sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Hoje é tempo de ser feliz !

A vida é fruto da decisão de cada momento. Talvez seja por isso, que a idéia de plantio seja tão reveladora sobre a arte de viver. Viver é plantar. É atitude de constante semeadura, de deixar cair na terra de nossa existencia as mais diversas formas de sementes. Cada escolha, por menor que seja, é uma forma de semente que lançamos sobre o canteiro que somos. Um dia, tudo o que agora silenciosamente plantamos, ou deixamos plantar em nós,será plantação que poderá ser vista de longe... Para cada dia, o seu empenho. A sabedoria bíblica nos confirma isso, quando nos diz que "debaixo do céu há um tempo para cada coisa!" Hoje, neste tempo que é seu, o futuro está sendo plantado. As escolhas que você procura, os amigos que você cultiva, as leituras que você faz, os valores que você abraça, os amores que você ama, tudo será determinante para a colheita futura. Felicidade talvez seja isso: alegria de recolher da terra que somos, frutos que sejam agradáveis aos olhos! Infelicidade, talvez seja o contrário. O que não podemos perder de vista é que a vida não é real fora do cultivo. Sempre é tempo de lançar sementes... Sempre é tempo de recolher frutos. Tudo ao mesmo tempo. Sementes de ontem, frutos de hoje, Sementes de hoje, frutos de amanhã! Por isso, não perca de vista o que você anda escolhendo para deixar cair na sua terra. Cuidado com os semeadores que não lhe amam. Eles têm o poder de estragar o resultado de muitas coisas. Cuidado com os semeadores que você não conhece. Há muita maldade escondida em sorrisos sedutores... Cuidado com aqueles que deixam cair qualquer coisa sobre você, afinal, você merece muito mais que qualquer coisa. Cuidado com os amores passageiros... eles costumam deixar marcas dolorosas que não passam... Cuidado com os invasores do seu corpo... eles não costumam voltar para ajudar a consertar a desordem... Cuidado com os olhares de quem não sabe lhe amar... eles costumam lhe fazer esquecer que você vale à pena... Cuidado com as palavras mentirosas que esparramam por aí... elas costumam estragar o nosso referencial da verdade... Cuidado com as vozes que insistem em lhe recordar os seus defeitos... elas costumam prejudicar a sua visão sobre si mesmo. Não tenha medo de se olhar no espelho. É nessa cara safada que você tem, que Deus resolveu expressar mais uma vez, o amor que Ele tem pelo mundo. Não desanime de você, ainda que a colheita de hoje não seja muito feliz. Não coloque um ponto final nas suas esperanças. Ainda há muito o que fazer, ainda há muito o que plantar, e o que amar nessa vida. Ao invés de ficar parado no que você fez de errado, olhe para frente, e veja o que ainda pode ser feito... A vida ainda não terminou. E já dizia o poeta "que os sonhos não envelhecem..." Vai em frente. Sorriso no rosto e firmeza nas decisões. Deus resolveu reformar o mundo, e escolheu o seu coração para iniciar a reforma. Isso prova que Ele ainda acredita em você. E se Ele ainda acredita, quem sou eu pra duvidar... (?)

Padre Fábio de Melo


Pelo talento e missão, sou uma de suas seguidoras.Amo, a forma de passar para o papel, coisas que tocam minha alma.

Porque nos perdemos , depois de nos acharmos?

Hoje assisti um filme lindo, onde um escritor disse a seguinte frase:'O segredo da chave do coração de uma mulher está em dar presentesinesperados em momentos também inesperados'Fiquei pensando nisso, e concluí: como alguém pode perder um grandeamor, da mesma forma que facilmente o ganhou?Quando se inicia uma relação, o ser humano dá o melhor de si mesmo;depois, não sei bem o porquê, ele estaciona, se acomoda e vai se esquecendodas palavras doces, dos carinhos inesperados, das surpresas gostosas... Edeixa que a relação caia na mesmice, no lugar comum. Aquele mesmo lugar doqual ele queria fugir, do qual estava enjoado.Coisa complicada o ser humano! Não me admira que tão poucos sejamvitoriosos no amor.Há que se cuidar dele como se cuida de um bebê... com carinho de mãe,com zelo de médico, com eficiência de professor e assiduidade de bom aluno.Exupéry é que estava certo... 'É o tempo que perdemos com alguém, quetorna esse alguém importante pra nossa vida!' Não se pode amar alguém, semse 'perder tempo' com ele.Todos sonhamos com um amor, paixão, com um amor sentimento e com umamor amizade. Todos, sem exceção.Mas só os privilegiados chegam lá. E não são privilegiados porquechegam, mas chegam porque são privilegiados. Enxergam com olhos que vêem pradentro, além das aparências, além do visível! São os fortes os vencedores noamor!Homens, são, como dizia alguém, seres estranhos; ouvem Chopin,recitam Tagore, encantam-se com as estrelas e depois... se matam!Como pode o ser humano, ser tão tolo? Como pode deixar passar achance de ser feliz no amor?Tenho pra mim - e não é de hoje - que a vida só vale a pena servivida, se envolvida na vida de outra vida. Serei eu a única pessoa nestemundo a valorizar o amor?Serei a única a enxergar que quase sempre jogamos pelo ralo um grandeamor, por preguiça de lutar por ele?Será que só eu, apenas eu, sei ver com os olhos do coração?Fazer a música tocar até o fim, perder-se em alguém, sem perder-se desi mesmo. 'How do you keep the music playing 'canta Tony Bennet... coisadifícil aos comuns mortais, sempre tão ligados à matéria, aos deveres,sempre a olhar pra baixo em direção ao seu próprio umbigo... nunca sonharcom as estrelas, nunca olhar além do arco-íris.'Over the rainbow'...é lá que se encontra o nirvana... e quantoschegam tão perto e o perdem, porque se detém em atalhos sem brilhopróprio...ou com brilho enganoso!Ah! as almas humanas... embranquecem e se deixam murchar.Não vou aceitar viver uma vida sem sonhos.Não vou aceitar, jamais, viver uma vida medíocre de mesmice ecotidianidade sem esperança.Adoro o cotidiano, mas aquele cotidiano rico de alegrias, de sonhos,de tentativas, mesmo que nelas se quebre a cara.Pior que não sofrer é ter um coração vazio, sem lugar pro inesperado,pra mágica das palavras, pros sentimentos densos, intensos, sem senso.Não sofra, ame....
Quero dizer como Gonzaguinha..... Viver e não ter a vergonha de ser feliz... cantar e cantar , a beleza de ser um eterno aprendiz!!!! esse fogo que arde sem se ver... viva Camões!!!viva os ladrões que sabem aprisionar os corações roubados em maravilhosas e sutis teias.Gurdem a pérola de maior valor e deixem o resto pra quem não ama tesouro que valham a pena. Sabem que nada no mundo lhes fará abandonar o que encontraram.

Arnaldo Jabor.

Do papai para Miguel

Recebi esse e-mail hoje, mesu esposo escrevendo para o nosso filho. Linnnnnnnnnnndo.

Amor,

Tentei colocar este comentário no seu BLOG, na coluna que fala do Miguel, como não consegui te envio este e-mail.
Acho que consegui com poucas palavras expressar o nosso sentimento e um pouco das nossas vidas !!!!!

Miguel,
Estou muito feliz em saber que mais alguns meses teremos você do nosso lado, para alegrar e preencher as nossas vidas com mais amor.
Sempre sonhei em ser pai, Deus me deu a oportunidade muito cedo e com muito orgulho tenho o Matheus, mas somente agora estou criando, o sentimento sempre será o mesmo, porém a história muito diferente.
Fico imaginando o seu rostinho, o seu sorriso, a sua gargalhada, mas do jeitinho que Deus te mandar será amado, pedimos todos os dias para que você venha com muita saúde e repleto de luz.
Estamos prontos para recebe-lo, sempre vai poder contar com o seu Pai, do mesmo jeito que sempre contei com o meu, seu avô, vou me esforçar para levar para você os mesmos sentimentos e respeitos que aprendi com o seu avô.
Você nasce em uma família que foi construída com amor, sempre foi desejado, desde o momento da sua concepção, um dia vou te contar o dia e a forma que foi feito ... vai rir ... parece meio louco ... mas foi com o amor do tamanho do céu.
Toda a sua família é linda das duas partes, você terá um irmão Matheus, dois avós por parte de pai vô Marcos e vó Mariluce, uma biza vó Cotinha, também terá dois avós por parte de mãe vó Lia e vô Guido ... terá vários tios ... Dalva, Flavio, Gabriela, Graziela, Rita, Claudia, Marlene, Julieta, Thiago, Lucas, Isadora, Dric, Jean, Isac, Melissa, Tio Quintino, Marluice, Erick, Cristiano, Décio, Rodrigo, Aline ... e uma penca de primos, as suas famílias são chamadas de forma carinhosa de Cajuzé e Buscapé ... um título que carrega um pouco da história, tradição e brincadeira do passado.
Passado este muito presente e não tenho dúvidas que vai adorar viver um pouco das nossas tradições, conhecendo as fazendas, as cidades: Maripá, Major Isidorio, Paulo Afonso, Bicas ... Tenho certeza que um dia estaremos juntos em cima de um cavalo, rindo e contando as estrelas ... como se a vida nunca fosse se acabar e as dores e lutas jamais existissem.
Que a felicidade, a paz e o amor seja o princípio de sua casa, que Deus nos permita ter sempre o pão de cada dia e que sejamos todos ... mas absolutamente todos ... repletos de saúde !!!!!!
Família ... a vida, o sentido, a luz, o caminho ... jamais em toda minha vida vi alguem ser feliz sozinho !!!
Miguel seja bem vindo !!!

Ga, mais uma vez, Te Amo muito !!!!

Papai

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Tamanho do céu....................................

Um dia , conhceci um rapaz, que me amou do jeito que sou, com meus defeitos, as vezes chata, brigona. Mas acima de tudo , ele viu a doçura que está em mim. A gente casou.



Dois dias antes do casamento.


Ga,

Parei tudo, desliguei do mundo, para te escrever estas ultimas palavras antes de me casar com você.

No dia 22 de novembro de 2008, Deus me deu a oportuinidade, ou melhor um presente, de conhecer uma pessoa linda, linda .... mas quando digo linda, digo linda de alma, uma pessoa batalhadora, destemida, vencedora, um ser humano repleto de experiencias e ao mesmo tempo tão frágil, tão sofrida, uma pessoa que tem escrito na sua cara SUPERAÇÃO !!!!!!!!

Quando me deparei com você não me apaixonei pela beleza, pela profissão, ou por qualquer coisa me apaixonei com amor pela sua vida, pela sua história, pelo seu carater, pela sua dignidade, pela sua bondade e principalmente pela sua alma.

Engraçado eu tão conhecedor das coisas, tão soberano, tão privilegiado e contemplado pela vida, dono do mundo, parei........ parei......... não tive outra sensação, outro desejo, outra imaginação a não ser te conquistar, mudar todos os meus conceitos em um único dia de uma única vez.

Porque !!! me pergunto ? com tudo que sempre tive, com todas as facilidades que a vida me deu, com tudo ....... querer mudar tanto .... tanto, que as vezes me pergunto porque? Mas logo vem as resposta, foi ela que encantou o meu coração, fez a minha cabeça parar, o coração bater mais forte, iluminou a minha vida, ascendeu o sentimento mais profundo da minha vida .... Como pode um ser humeno parecer tanto comigo, parecer no sentido de lutar, de brigar pelo seu espaço, de desejar, de sonhar ...... exatamente como eu.

Eram tantas dificuldades, tantas situações adversas que a vida nos apresentava, tanta distância, tantos problemas, outros sentimentos, outras pessoas ..... eu tinha tudo para desistir .... mas a vontade, o amor, o encanto, a paixão todos esses sentimentos faziam a distância ficar curta, os problemas encontrarem soluções, os sentimentos pelos outros se apagarem, a vontade de estar junto era maior, mesmo tão longe sempre estevi tão presente, taõ perto, tão proximo, muito mais que todas as pessoas que passaram pela minha vida que estiveram todos os dias do meu lado.

A cada dia que nascia sonhava, pensava, imaginava o que vou fazer hoje, aonde posso melhorar, o que posso ajudar, o vou fazer para lembrar...... foram todos os dias lutando para conquistar a pessoa que tinha certeza que era a mulher da minha vida, a minha companheira, a mae dos meus filhos.

Problemas todos temos, foram tantos que resolvemos juntos, brigamos até para resolvermos os problemas mais banais, mas resolvemos muitos .... a imaginação é falha, esquece fácil as coisas, mas quantas coisas fizemos nestes meses, dias, que vivemos juntos, coisas que em uma vida inteira não conseguimos fazer com ninguem, para ninguem e tenho certeza que Deus foi o mentor de tudo, o idealizador, o engenheiro, o arquiteto, o médico, o cientista, o chefe , o apresentador .... de tudo .... tudo... pois neste tempo juntos, vivemos um pouquinho de tudo.

Eu me emociono, quando escrevo estas palavras, as lagrimas brotão nos meus olhos, pois fui tão verdadeiro, leal, fiel, parceiro, dedicado, amigo, mas tudo por amor, por saber que juntos poderíamos construir uma história e formar uma família.

Neste tempo que estamos juntos conheci os seus defeitos, os seus problemas, os seus medos , as suas angustias, a sua vida ...... mas nada ... nada fez eu me distanciar, eu temer, eu mudar de ideia, nunca disse a você que a minha vida estava ruim, que abri mão das coisas por você, que eu não queria ter um filho com você, sempre estive do seu lado, comemorei a nossa vitória na gravidez, a nova casa, o nosso casamento e hoje faltando apenas 96 horas para o nosso casamento, tenho medo de não ter feito o suficiente para te fazer feliz, o mínimo para te dar tranquilidade.... tenho tanto medo de você desitir, parece coisa de criança mas é do fundo do meu coração, é a primeira vez que caso, ta sendo tão importante para mim, uma marca que eu vou carregar no coração para o resto da vida.

Sempre soube o que queria .... sempre lutei por isso.... sou um homem realizado, feliz ...... todos os dias, desde que te conheci lutei por você.

Acredite, sempre te amei e a cada dia que passa eu amo mais, te respeito, te admiro, te amo ...... amo de verdade !!!!!!

Se Deus permitir serei o seu futuro marido !!!!!

Te Amo !!!!!



Má ;


Desde então, desde o dia 05 de Setembro quando fui, casei, aceitei, deixei você entrar em minha vida, que tudo caminha para sermos mais felizes.

Maturidade, esforço, dedicação, e vamos , vamos.

Você é linnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnndo, em todos os sentidos, e sei quem tenho ao meu lado. Obrigada pelo esforço, a luta em me conquistar, valeu!!!! está valendo. Não tem preço. O amor não tem preço. Meu marido.Amo, tamanho do céu.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Menino que vai chegar.


Acompanhando seu crescimento, você em mim, vontade de ver logo essa carinha. Façamos um trato agora: Eu troco suas fraudas e você muda a minha vida.

Sou eu que vou seguir você
Do primeiro rabiscoAté o be-a-bá.
Em todos os desenhos coloridos vou estar
A casa, a montanhaDuas nuvens no céu
E um sol a sorrir no papel...
Sou eu que vou ser seu colega
Seus problemas ajudar a resolver
Te acompanhar nas provas bimestrais, você vai ver
Serei, de você, confidente fiel
Se seu pranto molhar meu papel...
Sou eu que vou ser seu amigo
Vou lhe dar abrigo
Se você quiser
A vida se abrirá num feroz carrossel
E você vai rasgar meu papel...
O que está escrito em mim ficará guardado se lhe dá prazer
A vida segue sempre em frente o que se há de fazer...
Só peço, à você um favor, se puder
Não me esqueçaNum canto qualquer...(Toquinho)

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Para o meu anjo!


Miguel: Hebraico: "aquele parecido com Deus".


E vou chama-lo assim, como o chamei em meus sonhos. E no fundo, bem no fundo, por mais que razões me dissessem que era impossível, eu sabia: Você iria chegar!

Te sinto a cada minuto em mim, dando sinais de tuda vida aqui, na terra, agora, nesse minuto enquando escrevo sem sono e teu pai dorme, você se vira de um lado e outro em meu ventre.

Menino!!!! e eu chorei. Não segurei as lágrimas! eu sabia, você era um menino, meu anjo.

Conversei tanto com você , muito , mais muito antes de você ser concebido.

Planejo nossos dias, e seu sorriso!!! as vezes me pego tentando imaginar a forma de teu rosto, mas sei que serás lindo, de alma também.

Um grande homem!
Há muito tempo , que quando escuto ou vejo imagens do arcanjo Miguel, ficava fascinada.
Coisas ditas e sua luz!
Pensei: Quando tiver um filho , será Miguel!
E você está bem perto de está em meus braços.

Essa semana, vou fazer um novo exame, te ver mais uma vez.

Os dias vão passando, e tudo vale , cada minuto. Esperando você chegar.
Cinco meses e meio de gestação.

Amo.

Mamãe.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Estamos com fome de amor !

Estamos com fome de amorUma vez Renato Russo disse com uma sabedoria ímpar: "Digam o que disserem, o mal do século é a solidão". Pretensiosamente digo que assino embaixo sem dúvida alguma. Parem pra notar, os sinais estão batendo em nossa cara todos os dias.Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micros e transparentes, danças e poses em closes ginecológicos, chegam sozinhas. E saem sozinhas. Empresários, advogados, engenheiros que estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos.Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos "personal dance", incrível. E não é só sexo não, se fosse, era resolvido fácil, alguém duvida?Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho sem necessariamente ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico, fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão "apenas" dormir abraçados, sabe, essas coisas simples que perdemos nessa marcha de uma evolução cega.Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção. Tornamos-nos máquinas e agora estamos desesperados por não saber como voltar a "sentir", só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós.Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada no site de relacionamentos Orkut, o número que comunidades como: "Quero um amor pra vida toda!", "Eu sou pra casar!" até a desesperançada "Nasci pra ser sozinho!".Unindo milhares, ou melhor, milhões de solitários em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis.Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento e estamos a cada dia mais belos e mais sozinhos. Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário, pra chegar a escrever essas bobagens (mais que verdadeiras) é preciso encarar os fantasmas de frente e aceitar essa verdade de cara limpa. Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia é feio, démodé, brega.Alô gente! Felicidade, amor, todas essas emoções nos fazem parecer ridículos, abobalhados, e daí? Seja ridículo, não seja frustrado, "pague mico", saia gritando e falando bobagens, você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta.Mais (estou muito brega!), aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso a dois.Quem disse que ser adulto é ser ranzinza? Um ditado tibetano diz que se um problema é grande demais, não pense nele e se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele. Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo ou uma advogada de sucesso que adora rir de si mesma por ser estabanada; o que realmente não dá é continuarmos achando que viver é out, que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo ou que eu não posso me aventurar a dizer pra alguém: "vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo, tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida".Antes idiota que infeliz!


Arnaldo Jabor

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Da minha doce Manu

Amiga,


To aqui pensando na vida...rs....nos últimos acontecimentos de um ano pra cá...Nossa....como minha vida mudou...como tudo parece que saiu do lugar...sabe quando vc ola pra trás e parece que está vivendo outra vida?? É....Já não tenho mais as mesmas coisas, as mesmas pessoas ao meu redor...os mesmos sentimentos, as mesmas convicções....as mesmas vontades...enfim....minha essência continua a mesma...menina de grandes sonhos, guerreira, otimista, leal, de caráter e índole indiscutíveis, graças a Deus e minha família....também não vou ficar aqui me gabando com as minhas qualidades, apesar de saber que as tenho....me valorizo acima de tudo sabe amiga, mais as vezes me pergunto: “Que vida é essa??” Uma vida que nos tira o que amamos as vezes e nos da algo que aprendemos a amar?? Uma vida vazia, cheia de sonhos que não se realizam, ou uma vida onde a felicidade não é apenas uma benção, mais também uma conquista?? Uma vida de sorte onde se obtêm êxito em tudo que se almeja, ou uma vida de azar, a qual parece que em questão de minutos, o mundo desaba na sua cabeça e vc não consegue achar o inicio de tudo?? Uma vida de questionamentos?? Frustrações??? Ou de admiração e gratidão por estar nesse mundo que Deus nos deu, onde ao mesmo tempo em que tudo parece possível, tudo parece IMPOSSIVEL...Na verdade sempre acreditei que a partir do estado de admiração por viver a vida, existissem apenas dois caminhos: Um é o do questionamento - o caminho digamos, “estranho”.Caminho que nos leva acumular cada vez mais conhecimento e em contra partida, mais decepções, desilusões, vitórias, conhecimento . O outro seria NÃO questionar, mas deleitar-se. Deleitar-se com a maravilha que é a vida, a maravilha que é a existência, as maravilhas que são o Sol, a luz do Sol e as árvores banhadas com seus raios dourados....deleitar-se do prazer de ter amigos, família, amor, lar.... Amiga...esse texto parece meio louco né...nem eu consigo entender esse processo de questionamento pelo qual estou passando....na verdade só vou ler o que to escrevendo aqui daqui a pouco....coisas do coração...é tudo o que sinto agora...é tudo o que sei agora....Todos os meus sentimentos estão dentro de um liquidificador, misturando tudo o que eu sempre soube definir....ALEGRIAS DE TRIZTEZAS! Vida?? Quando eu menos esperar, vou viver ela em outro plano...como num piscar de olhos, do dia pra noite....compreender a passagem por aqui é complexo e dolorido...e ao mesmo tempo belo e prazeroso....mais é a dádiva que Deus me proporcionou para que eu conheça e compreenda os dois lados....”Viva a admiração. Não coloque depois dela um ponto de interrogação. Deixe-a ser como é.” É ISSO AMIGA...AS VEZES PRECISO DESABAFAR COISAS LOUCAS ASSIM...RS... Te amoooo! Saudades....Beijos


Minha doce Manu, você foi um presente que a vida me deu, essas coisas que acontecem.
E como dizem: amigo é coisa pra se guardar.
Te guardo, mesmo com tamanha distancia , o coração não sabe o que é isso.Ele só sabe amar.
Você sera pra sempre, e aqui ou em outros planos, amiga, amiga.
Deus te guarde, e esses sentimentos são normais, são coisas que passam e ficam e vão .
È assim a vida........
È assim o caminho.....
È assim que crescemos......
Estou aqui.
Amo
beijos

Minha amiga Manuela, vitória , ES, saudade de você.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

...É você, só você que na vida vai comigo agora....

Ga,


Parei tudo, desliguei do mundo, para te escrever estas ultimas palavras antes de me casar com você.
No dia 22 de novembro de 2008, Deus me deu a oportuinidade, ou melhor um presente, de conhecer uma pessoa linda, linda .... mas quando digo linda, digo linda de alma, uma pessoa batalhadora, destemida, vencedora, um ser humano repleto de experiencias e ao mesmo tempo tão frágil, tão sofrida, uma pessoa que tem escrito na sua cara SUPERAÇÃO !!!!!!!!
Quando me deparei com você não me apaixonei pela beleza, pela profissão, ou por qualquer coisa me apaixonei com amor pela sua vida, pela sua história, pelo seu carater, pela sua dignidade, pela sua bondade e principalmente pela sua alma.
Engraçado eu tão conhecedor das coisas, tão soberano, tão privilegiado e contemplado pela vida, dono do mundo, parei........ parei......... não tive outra sensação, outro desejo, outra imaginação a não ser te conquistar, mudar todos os meus conceitos em um único dia de uma única vez.
Porque !!! me pergunto ? com tudo que sempre tive, com todas as facilidades que a vida me deu, com tudo ....... querer mudar tanto .... tanto, que as vezes me pergunto porque? Mas logo vem as resposta, foi ela que encantou o meu coração, fez a minha cabeça parar, o coração bater mais forte, iluminou a minha vida, ascendeu o sentimento mais profundo da minha vida .... Como pode um ser humeno parecer tanto comigo, parecer no sentido de lutar, de brigar pelo seu espaço, de desejar, de sonhar ...... exatamente como eu.
Eram tantas dificuldades, tantas situações adversas que a vida nos apresentava, tanta distância, tantos problemas, outros sentimentos, outras pessoas ..... eu tinha tudo para desistir .... mas a vontade, o amor, o encanto, a paixão todos esses sentimentos faziam a distância ficar curta, os problemas encontrarem soluções, os sentimentos pelos outros se apagarem, a vontade de estar junto era maior, mesmo tão longe sempre estevi tão presente, taõ perto, tão proximo, muito mais que todas as pessoas que passaram pela minha vida que estiveram todos os dias do meu lado.
A cada dia que nascia sonhava, pensava, imaginava o que vou fazer hoje, aonde posso melhorar, o que posso ajudar, o vou fazer para lembrar...... foram todos os dias lutando para conquistar a pessoa que tinha certeza que era a mulher da minha vida, a minha companheira, a mae dos meus filhos.
Problemas todos temos, foram tantos que resolvemos juntos, brigamos até para resolvermos os problemas mais banais, mas resolvemos muitos .... a imaginação é falha, esquece fácil as coisas, mas quantas coisas fizemos nestes meses, dias, que vivemos juntos, coisas que em uma vida inteira não conseguimos fazer com ninguem, para ninguem e tenho certeza que Deus foi o mentor de tudo, o idealizador, o engenheiro, o arquiteto, o médico, o cientista, o chefe , o apresentador .... de tudo .... tudo... pois neste tempo juntos, vivemos um pouquinho de tudo.
Eu me emociono, quando escrevo estas palavras, as lagrimas brotão nos meus olhos, pois fui tão verdadeiro, leal, fiel, parceiro, dedicado, amigo, mas tudo por amor, por saber que juntos poderíamos construir uma história e formar uma família.
Neste tempo que estamos juntos conheci os seus defeitos, os seus problemas, os seus medos , as suas angustias, a sua vida ...... mas nada ... nada fez eu me distanciar, eu temer, eu mudar de ideia, nunca disse a você que a minha vida estava ruim, que abri mão das coisas por você, que eu não queria ter um filho com você, sempre estive do seu lado, comemorei a nossa vitória na gravidez, a nova casa, o nosso casamento e hoje faltando apenas 96 horas para o nosso casamento, tenho medo de não ter feito o suficiente para te fazer feliz, o mínimo para te dar tranquilidade.... tenho tanto medo de você desitir, parece coisa de criança mas é do fundo do meu coração, é a primeira vez que caso, ta sendo tão importante para mim, uma marca que eu vou carregar no coração para o resto da vida.
Sempre soube o que queria .... sempre lutei por isso.... sou um homem realizado, feliz ...... todos os dias, desde que te conheci lutei por você.
Acredite, sempre te amei e a cada dia que passa eu amo mais, te respeito, te admiro, te amo ...... amo de verdade !!!!!!
Se Deus permitir serei o seu futuro marido !!!!!
Te Amo !!!!!

domingo, 30 de agosto de 2009

Um presente em forma de poesia

História tímida de uma flor

Menina órfã, doce, bonita, carente,
Filha de Paulo Afonso, com sonhos, amargos de saudade
E dores em sua história.Nos entalhes marcados, cicatrizados, das páginas de seu afeto, Se ocultam planos, projetos, profecias e setimentos
Desses que nem se revelam na luta,
Da vida em pleno clamor, além de secretos,
Desatinos, lágrimas, pedaços de estrutura
E quando os joelhos cansados, beijam o chão,
Rogando por glória, a Mão de Deus sempre atenta à "flor"A qual sempre concede vitória,
Fazendo do Céu o seu limite de vôo e seu teto
Soprando tudo ao abrir os caminhos e Revelando seu devaneio amor
ELE garante que a a vida (com toda sua dor) é a sublime história, da mais linda aventura.


Com carinho e minhas orações, por sua felicidade, com vida exitosa, de aboluto e profícuo sucesso.Seu amigo e admirador de seu grande coração, Jayminho

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Conto de estrelas

Duas estrelas conversaram em uma noite outrora.
Elas falaram de amor.
Falaram da primeira vez que enxergaram o brilho uma da outra,eram jovens e sonhavam demais.
Aconteceu uma explosão no céu, e elas se perderam.
Se perderam durante longos anos.
Anos longos de busca, pois nenhuma outra conseguia completar aquele brilho que uma buscava na outra, era necessário.
O tempo, o tempo , o tempo........
Em um dia normal, final da tarde, lembranças guardadas e disfarces sobre a felicidade.
Aquele brilho,aquela luz.
È você?
sim, respondeu a estrela.
A outra falou : quanto tempo, está diferente , madura, mais forte.
sim, vivi tantas coisas.
A vida mudou , mas o coração está da mesma forma que deixou, apenas um tanto machucado pela forma da separação.
Vamos fazer alguém nos enxergar? enamorar ? tentar?
Vamos.
Alguns meses depois, as estrelas separaram novamente.
Uma tempestade muito forte, ambas se perderam.
Mas, o sol brilhou novamente , a tempestade passou e quando anoiteceu ...
Oi?
Oi.
Que bom te encontrar de novo.
O que acontceu.
Ah, nessa separação, e com tamanha tempestade, perdi uma de minhas pontas, uma das mais preciosas, que tanto brilhava.
Eu não ligo, disse a outra estrela.
Não me importa o tento que você possa brilhar, se pouco, mesmo de longe eu te vejo em qualquer lugar.
Lembra daquele dia que ficamos olhando nosso espaço, o céu?
Lembro.
Era uma cidade bem pequena.
Era.
Mas naquele dia, fomos as estrelas mais felizes do universo.
sim.
Tantas gargalhadas.
Hummmmmmmm.
Fala algo pra mim, caso a gente separe de novo, quero lembrar até te encontrar da tua voz, e o que me fez sentir.
Vou falar.
...As melhores coisas da vida, nem sempre podem ser vistas, mas sentidas.
Você está e estará sempre em mim...
Tenho que ir agora.
Tenho que iluminar um casal lá em baixo, que vive apontando o céu.
Nos vemos daqui a pouco.
O tempo passou.
Passou.
Passou.
E quando amanheceu.
Um cometa passou e falou a notícia.
Infelizmente , houve um acidente , a tua estrela caiu em um lago.
Afundou e não mais subiu .
È.
Acho que agora terei de caminhar sem aquele brilho.
E sempre que eu olhar um casal apontando estrelas, vou lembrar da minha.
Que para se amar não basta está perto, e sim dentro.
Vocêe estará sempre em mim.
quando olhar o céu.
O lago .
Quando pensar em risos.
Vagalumes.
E tudo que tinha um brilho sem igual.
Brilho que ofusca.
Faz bem aos olhos.
Cresce.
Faz bem a alma.
Estrela, volta para seu lugar.


Gardênia Cavalcanti
Tentando ser poeta

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Eu sei que vou te amar ( Estava ouvindo essa canção)

Eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida eu vou te amar
Em cada despedida eu vou te amar
Desesperadamente, eu sei que vou te amar
E cada verso meu será
Prá te dizer que eu sei que vou te amar
Por toda minha vidaEu sei que vou chorar
A cada ausência tua eu vou chorar
Mas cada volta tua há de apagar
O que esta ausência tua me causou
Eu sei que vou sofrer a eterna desventura de viver
A espera de viver ao lado teu
Por toda a minha vida

Tom Jobim -

Linda canção, e hoje comcei escrever meu livro, não sei quando ficará pronto, daqui um ano talvez. Esparando um filho , ganhando uma vida e perdendo outras, mas vivendo. Esse menino? que espero será meu confidente , companheiro, e ser for menina? enfim, sinto e desejo , mas para cada momento que vivi intensamente. Vivo, e minha vida é assim, intensa demais, e tudo acontece com uma pitada de coicidência ou quem sabe providência.
As vezes penso: Deus, deve ficar sentado, com seus anjos, e devem falar de como será o proximo passo, e eu fico esperando. Por enquanto , vou colocando aqui, eternizando.

25 de agosto, 2009. Ano de mudanças .

domingo, 23 de agosto de 2009

Um menino


Era uma vez um menino Um menino que nasceu num 19 de agosto, numa Teófilo Otoni no meio das Minas Gerais, contrariando a determinação médica que dizia que ele seria virginiano. Leonino foi o que ele quis ser. E enquanto o pai visitava uma exposição agropecuária, ele fazia o tio correr com a sua mãe para a maternidade e a tia correr para comprar umas roupinhas... Ah menino apressado!Um menino que adorava correr... Correr de bicicleta na rua quando deveria estar fazendo a lição de casa e logo depois correr para a farmácia para levar alguns pontos na bochecha... Caíra da bicicleta. Corria muitas vezes da mãe, fugindo da iniciativa materna de fazê-lo aprender a cumprir as obrigações infantis; numa dessas perseguições foi ele quem prendeu a mãe no quarto anunciando que a liberdade viria se ela prometesse deixá-lo em paz... Ah menino levado!Um menino que desafiava limites e adorava velocidade. A cavalo, de moto ou no carro que roubava do pai, lá pelos seus 14 anos... Ah menino precoce!Esse menino que mais tarde passearia entre marcas e modelos do ano, adorava subir em árvores e anunciava com todas as letras: “quando eu crescer e me casar, na minha casa não vai faltar batata frita e coca-cola e minha mulher pode não saber fazer muita coisa, mas vai ter que saber fazer bife com batata”... Ah menino simples!Um menino dado, aberto e que não gostava de estar sozinho, estava sempre festejando a vida com os amigos. Muitas vezes financiava a alegria alheia e patrocinava as aventuras que ele não tinha lá tanta afinidade assim, como brincar em montanha-russa de parque de diversões, por exemplo. Ele não ia, mas gargalhava diante da cara de espanto e pavor dos que se arriscavam... Ah menino festeiro!Um dia, esse menino entrou na política, virou Tone Pinto, “apelido” composto como exigia o cargo de prefeito que ele assumiria... Casou e aumentou a família, em dose dupla, lindas meninas. E aquele menino se tornara um paizão... Estou começando a achar que aquele menino crescera. Como tinha que ser.Num certo sábado 15 de agosto, aquele menino-crescido-adulto festejava a vida, mais uma vez, com vários amigos. E naquele cenário tão paradisíaco ele repetia algumas de suas preferências: a velocidade com o jet-ski, o churrasco e as boas risadas com as pessoas. Tudo indicava alegria, felicidade.Naquele sábado ele se lançou na tarefa de ajudar alguém. Essa prática também era uma constante na sua vida. No entanto, ele que manejava e dominava tão bem as máquinas, de uma forma geral, naquele dia foi surpreendido pelo funcionamento da sua máquina “humana”. Parece que ela não correspondeu a contento aos seus comandos... e a surpresa foi geral. Aquele menino-crescido-adulto saía de cena da forma mais inesperada, mais surpreendente possível. Sem um aceno, sem um “tô indo”, sem uma palavra, sem uma pista... Ah menino imprevisível!No dia seguinte, depois da angústia da busca, da espera e da “tristeza” do encontro – sim, porque enquanto havia a espera, havia a esperança – depois de tudo, um último encontro. Os amigos estavam lá, a família, os amigos da família... Mas, diferente dos outros encontros o assunto das conversas trazia inquietação, dúvidas, questionamentos que, provavelmente, não terão resposta, apenas suposições.E debaixo da copa daquelas duas árvores, todos nos despedíamos dele, ainda que, diante da dificuldade de acreditar no que havia acontecido, procurávamos o menino sentado em algum galho ou tentávamos ouvir as suas gargalhadas e provocações tão costumeiras... Naquele domingo ele estava bastante “adulto”. E com a maturidade que é esperada dos adultos ele ouviu as palavras de todos, aceitou os carinhos que lhe foram feitos pelas irmãs, se deixou levar por seu pai, irmão, cunhados, primos e tios, retribuiu a tudo com uma leve expressão de consentimento, acolheu as orações... E foi, feliz para sempre.


Maria Patrícia (prima)(Escrevo em meu nome e de todos os primos e primas, tios e tias, que durante todo o dia conversávamos e relembrávamos jeitos e trejeitos, com muito carinho, do nosso TONE)

sábado, 22 de agosto de 2009

Menino homem

Tony;

Com bolo e banana , ninguém me engana! essa frase era de você , sua cara! tão sua que foi você quem nos enganou!
Enganou, pois pensávamos que teríamos sua presença durante muitos e muitos anos, jamais imaginei que , na flor da juventude você partiria. Sem nem dizer adeus, deixando escapar sutilmente palavras de tanto amor em meio a nossa última conversa.
Te vi menino, com dezanove anos, vivemos um amor tão lindo, puro, cheiro de confidências, segredos, dores, amores.....
Amores que eu digo, no olhar, na alma, no falar, principalmente quando sorria.
Hoje, escrevendo pra você, lembrei das tardes na fazenda do seu pai, nos cavalos de pau em Teixeira, dos matines. Do teu cuidado comigo, tua cobrança para eu ser forte.
Sabe, quando nos perdemos e eu fui embora , durante os dezessete anos que ficamos longe, sem noticias, lembrava de você como agora, mas havia um consolo, você existia, aqui, e o mundo era bem mais bonito.
Nos reencontramos, felicidade infinitida e indescritível , amor renovado , recomeçado, mas principalmente , a alma quieta, pois quando amamos, não existe tempo, distância, adeus.
Vivemos os dias mais felizes, iluminados e compartilhados.
Você era bem mais, do que muitos podiam imaginar!
A alma que habitava em teu corpo tão lindo , sorriso largo, olhar de menino.
Poucas pessoas puderam sentir o aroma , as flores que ali existiram.
Susto no teu adeus tão louco, tão sem sentindo, sem explicação. Você se foi, eu te perdi, perdi uma pessoa que eu sei, me queria bem de verdade. Sem medidas.
Alguém que mesmo de tão longe,eu torcia, cuidava, orava, queria bem.Me cuidava também.
Hoje, as pessoas que te amam, fazem essa homenagem a tua memória.
Participo , da forma mais simples, pois pela distancia e recomendações médicas , não pude de ver , te dar o último adeus.Como doe, a tua falta! foi pouco tempo demais, do reencontro após tantos anos de ausência, a separação dura , brusca e definitiva.
E sei bem, para que tem te viu de verdade, para quem conviveu e te amou, além da tua generosidade, tua bondade, sabe bem, muitos anos, serão poucos para sarar.Sabemos que não vai sarar. Pois é raridade pessoas como você.
Mas , o que nos conforta é a certeza, da vida eterna, a certeza que aqui sim, é apenas uma passagem.
Vale dizer : você passou lindamente.
Sei que onde estais, é luz, paz.
Vale dizer, o Miguel( meu filho) nasceu lindo, e você tinha razão, ele é o menino mais amado, bem cuidado, feliz. Pois como te prometi eu tento ser a melhor mãe do mundo. E tento não chorar, como te prometi um dia, ser forte e não chorar.Tento, mas hoje , agora , estou chorando, lembrando de você. Semana passada , meu aniversário, faltou sua ligação.A tua voz, as tuas brincadeiras, conforto, sempre, em qualquer hora, você tinha algo bom pra dizer, acalmar.
Foram poucos os últimos momentos,em que pude desfrutar da tua companhia.Mas é melhor viver uma única primavera florida, do que uma vida inteira sem flores.
Muito obrigada pela vida linda, compartilhada em duas fases ao meu lado, menino homem Tony Pinto Jr.
Saudade pela vida inteira.

sábado, 15 de agosto de 2009

Tony;

Com bolo e banana , ninguém me engana! essa frase era de você , sua cara! tão sua que foi você quem nos enganou!
Enganou, pois pensávamos que teríamos sua presença durante muitos e muitos anos, jamais imaginei que , na flor da juventude você partiria. Sem nem dizer adeus, deixando escapar sutilmente palavras de tanto amor em meio a nossa última conversa.
Te vi menino, com dezanove anos, vivemos um amor tão lindo, puro, cheiro de confidências, segredos, dores, amores.....
Amores que eu digo, no olhar, na alma, no falar, principalmente quando sorria.
Hoje, escrevendo pra você, lembrei das tardes na fazenda do seu pai, nos cavalos de pau em Teixeira, dos matines. Do teu cuidado comigo, tua cobrança para eu ser forte.
Sabe, quando nos perdemos e eu fui embora , durante os dezessete anos que ficamos longe, sem noticias, lembrava de você como agora, mas havia um consolo, você existia, aqui, e o mundo era bem mais bonito.
Nos reencontramos, felicidade infinitida e indescritível , amor renovado , recomeçado, mas principalmente , a alma quieta, pois quando amamos, não existe tempo, distância, adeus.
Vivemos os dias mais felizes, iluminados e compartilhados.
Você era bem mais, do que muitos podiam imaginar!
A alma que habitava em teu corpo tão lindo , sorriso largo, olhar de menino.
Poucas pessoas puderam sentir o aroma , as flores que ali existiram.
Susto no teu adeus tão louco, tão sem sentindo, sem explicação. Você se foi, eu te perdi, perdi uma pessoa que eu sei, me queria bem de verdade. Sem medidas.
Alguém que mesmo de tão longe,eu torcia, cuidava, orava, queria bem.Me cuidava também.
Hoje, as pessoas que te amam, fazem essa homenagem a tua memória.
Participo , da forma mais simples, pois pela distancia e recomendações médicas , não pude de ver , te dar o último adeus.Como doe, a tua falta! foi pouco tempo demais, do reencontro após tantos anos de ausência, a separação dura , brusca e definitiva.
E sei bem, para que tem te viu de verdade, para quem conviveu e te amou, além da tua generosidade, tua bondade, sabe bem, muitos anos, serão poucos para sarar.Sabemos que não vai sarar. Pois é raridade pessoas como você.
Mas , o que nos conforta é a certeza, da vida eterna, a certeza que aqui sim, é apenas uma passagem.
Vale dizer : você passou lindamente.
Sei que onde estais, é luz, paz.
Vale dizer, o Miguel( meu filho) nasceu lindo, e você tinha razão, ele é o menino mais amado, bem cuidado, feliz. Pois como te prometi eu tento ser a melhor mãe do mundo. E tento não chorar, como te prometi um dia, ser forte e não chorar.Tento, mas hoje , agora , estou chorando, lembrando de você. Semana passada , meu aniversário, faltou sua ligação.A tua voz, as tuas brincadeiras, conforto, sempre, em qualquer hora, você tinha algo bom pra dizer, acalmar.
Foram poucos os últimos momentos,em que pude desfrutar da tua companhia.Mas é melhor viver uma única primavera florida, do que uma vida inteira sem flores.
Muito obrigada pela vida linda, compartilhada em duas fases ao meu lado, menino homem Tony Pinto Jr.
Saudade pela vida inteira.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

EU SOU AQUELA MULHER

"...venho do século passado e trago comigo todas as idades do mundo.
Eu sou aquela mulher a quem o tempo muito ensinou. Ensinou a amar a vida e não desistir da luta, recomeçar na derrota, renunciar a palavras e pensamentos negativos.
Acreditar nos valores humanos e ser otimista. Creio na força imanente que vai gerando a família humana, numa corrente luminosa de fraternidade universal.
Creio na solidariedade humana, na superação dos erros e angústias do presente. Aprendi que mais vale lutar do que recolher tudo fácil.
Antes acreditar do que duvidar.
Cora Coralina, escreveu de uma forma singular, linda, é sábio pensar em cada frase, cada significado. Feliz, sou mulher e como ela mesmo disse: Eu sou aquela que fez escalada na vida transformando pedra em flores... É assim. E transformarei quantas pedras for preciso.



Cora coralina,escreveu esse texto, e eu me indentificando a cada dia. Melhor saber o valores das coisas, que conseguir tudo fácil.

Recife, 29 de agosto de 2009.

Os camaleõs na vida

Há mais ou menos duas semanas, que diarimente eu penso sobre algumas pessoas. Ando observando a forma de agir e a conduta sem se importar com a vida e a forma que joga com a vida dos outros . Tenho andado tomando decisões, entre tantas que a vida me trouxe aqui.

E penso assim: Pessoas não tem manual, e nem conseguimos ver em suas caras, escritas dando as coordenadas e nos mostrando seus pensamentos. Pessoas não são coisas que podemos decidir jogar , usar, manipular , brincar. Pessoas tem almas e com alma não se brinca, alma é sentimento, é coração.

Cada pessoa tem um sonho e são os sonhos que as fazem mais ou menos fortes, são os sonhos que as carregam com asas para longe ou perto. Não podemos ter barbantes amarrados com olhos de intrigra ou inveja ou simplesmente pelo ego em seus sonhos, sonhos são para voar, como as pipas, porém sem esses barbantes, eles não tem altitude.

Existem esse tipo de gente, que vive escondida em uma mentira de vida, e tudo que conquista é assim, sem luta , pelas maldades e pelas armadilhas.

São pessoas que buscam colocar âncoras e não velas, pois a elas mesmas não se pode dar esse impulso, elas são feitas em pedaços de mentiras, manipulações e assim , elas mesmas sabem que são impossibilitadas de voar alto demais.

E quando voam, caem.
Se faz necessário construir a vida e direciona-la como se fosse uma construção de casa na rocha e não areia.
Que adianta eu construir um castelo, e ser na areia? sem estrutura e sem segurança?.

È tão bom pensar assim: Me deito em paz.
E por mais que vozes do pensamento contrário ou o famoso diabinho diga: não vale a pena, não vale a pena.Um anjo diz: Vale sim. Vale sim.

È a vida, e a vida é feita de verdade, apesar de tantas mentiras soltas no ar. Prendendo com barbantes em cores desejaveis os pés dos que sabem e podem voar. Apenas , para prolongar por mais alguns dias, meses, anos? a vida dos camelões( até acho o bicho bonito) de carater.

No fundo, são medrosos, inseguros e vivem nessa mudança de cor .Forma, estrutura, apenas olhando o umbigo. E sem saber até quando, a ventania não derruba seu castelo sem estrutura.


Recife, as 23:27 , pensando e escrevendo. Assim dissipando as energias.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

O caderno - sonhando com você

Sou eu que vou seguir você
Do primeiro rabisco até o be-a-bá.
Em todos os desenhos
Coloridos vou estar a casa, a montanha duas nuvens no céu e um sol a sorrir no papel...
Sou eu que vou ser seu colega seus problemas ajudar a resolver
Te acompanhar nas provas bimestrais, você vai ver
Serei, de você, confidente fiel
Se seu pranto molhar meu papel...
Sou eu que vou ser seu amigo
Vou lhe dar abrigo
Se você quiser
Quando surgirem
Seus primeiros raios de mulher
A vida se abrirá
Num feroz carrossel
E você vai rasgar meu papel...
O que está escrito em mim
Comigo ficará guardado
Se lhe dá prazer
A vida segue sempre em frente
O que se há de fazer...
Só peço, à vocêUm favor, se puderNão me esqueçaNum canto qualquer... (Toquinho)

Estou ganhando da vida, o meu melhor amigo ou amiga , sei que está muito perto. http://www.youtube.com/watch?v=INPFl4u3Lrw

Pra você

Compartilhe minha vida
Leve-me pelo que sou
Porque eu nunca mudarei todas minhas cores por você.

Leve meu amor
Eu nunca perguntarei muito,Apenas sobre tudo que você é e tudo que você faz
Eu realmente não preciso olhar,Muito longe...
Eu não quero ter que ir,aonde você não me acompanhe
Eu quero segurar de novo,
Esta paixão aqui dentro
Não posso correr para mim,
Não há onde esconder

Não me faça fechar mais uma porta
Eu não quero magoar nunca mais
Fique em meus braços se você tem coragem ou devo eu imaginar você aí?
Não fuja para longe de mim
Eu não tenho Nada,Nada,Nada, se eu não tenho você.

Você olha direto para o meu coração
Você derruba minhas paredes com a força do seu amor
Eu nunca conheci,um amor como o que conheci com você
Uma lembrança sobreviverá?
Uma que eu posso agüentar?

Eu realmente não preciso olhar,Muito longe...Eu não quero ter que ir,aonde você não me acompanhe
Eu quero segurar de novo,Esta paixão aqui dentro
Não posso correr para mim,
Não há onde esconder
Seu amor eu lembrarei para sempre

Não me faça fechar mais uma porta
Eu não quero magoar nunca mais
Fique em meus braços se você tem coragem
Ou devo eu imaginar você aí?
Não fuja para longe de mim
Eu não tenho Nada,Nada,Nada...
Não me faça fechar mais uma , se eu não tenho você...Você, se eu não tenho você...

Whitney Houston

A Rainha Ester

A Palavra de Deus nos conta a história de uma linda jovem judia casada com um rei ímpio que não conhecia o Senhor. O seu nome era Ester e o do seu marido era Assuero (Xerxes). Não havia, em todo o império persa, mulher mais bonita do que ela.
Logo cedo, o Senhor decidiu tirar os seus pais da sua vida. Com a morte deles, ela foi adotada por seu tio Mardoqueu. Ele a educou com muito amor, ensinando-a a amar o seu povo, o povo judeu.
O plano de Deus para a vida de Ester já estava dando os primeiros passos. A cada dia, o Senhor cuidava dela, preparando o seu coração, a sua mente e cada detalhe de sua vida. Ela jamais poderia imaginar que, um dia, seria a rainha daquela terra onde ela e o povo judeu eram exilados.
Enquanto Ester, na sua cidade, vivia o seu dia a dia, no palácio real se desenrolava um acontecimento que iria mudar completamente a sua vida e a vida de Vasti, a esposa do rei Assuero.
Estava havendo no palácio uma grande festa. O rei, então, mandou chamar a rainha Vasti para fazer parte daquela reunião, porém ela, veementemente, se negou a participar de uma festa onde só havia homens embriagados. Este NÃO da rainha soou muito forte perante o rei e seus convidados. Ouvindo ele o conselho de um de seus conselheiros, decidiu banir, para sempre, da sua presença a rainha. Agora, ela não seria mais a poderosa rainha, não seria mais a mulher mais poderosa do Oriente Médio.
Não sabemos muita coisa sobre este fato mas de uma coisa temos certeza: a mão do Senhor estava agindo em todos estes acontecimentos. Ele, por ser um Deus onisciente, já sabia o que iria acontecer no futuro. O plano perfeito dEle estava caminhando a fim de salvar o Seu povo.
Amada irmã, você se lembra de algum fato que aconteceu em sua vida e, lá na frente, você descobriu que tudo foi para o seu bem, ou para o bem da sua família, ou para o bem daquela pessoa que você ama, ou para o bem da sua igreja...? Como filhas de Deus devemos confiar no Senhor porque a Sua Palavra nos diz que "todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus ..." (Rom 8:28). Se você, irmã, ama a Deus, Ele está cuidando de você com todo o cuidado que somente um Deus onipotente, onisciente e onipresente pode ter. E é nessa confiança que eu e você vemos a beleza da fé.

"Oh Senhor! Que a minha fé me faça repousar em Teus braços.
Que a cada dia, eu possa me colocar no Teu altar para que me conduzas ao longo do caminho, andando bem próxima a Ti.
Não sei o que o futuro me reserva mas sei que tens o melhor plano para a minha vida.
Obrigada por eu poder Te chamar de Pai!
Amém!"
Deus estava cuidando de Ester, a jovem judia da tribo de Benjamim. Ele estava preparando para ela algo que jamais passara por seu coração. Deus iria usá-la para salvar o povo judeu.

Como a rainha Vasti foi deposta da posição de rainha, agora, o rei estava precisando escolher uma jovem para ocupar o seu lugar. Dentre muitas jovens, Ester foi chamada para fazer parte do harém do rei. Recusar ir para o palácio significava assinar sua sentença de morte. Ela teve que ir e Mardoqueu, seu tio, pediu que ela não contasse a ninguém que era judia. Ele seguiu os conselhos do tio.
Ester era uma "... jovem bela de presença e formosa..." (Est 2:7b). Além de ser muito bonita, ela tinha grande sabedoria e teve um tratamento preferencial de Hegai. A Bíblia nos relata o quanto ele ajudou Ester (Em cada detalhe dos acontecimentos, vemos a mão de Deus trabalhando na vida dela). No livro de Ester 2:9 lemos: "E a moça pareceu formosa aos seus olhos, e alcançou graça perante ele; por isso se apressou a dar-lhe os seus enfeites, e os seus quinhões, como também em lhe dar sete moças de respeito da casa do rei; e a fez passar com as suas moças ao melhor lugar da casa das mulheres."
Ah, irmã, veja como a mão do nosso Deus estava direcionando tudo! Como vemos o Seu plano para a vida de Ester se encaixando pouco a pouco! Como vemos o plano perfeito de Deus acontecendo na vida dela!
Assim como ela, nós também temos o privilégio de Ter o mesmo Deus direcionando a nossa vida para atingir o plano que Ele tem para mim e para você. Temos o mesmo Deus cuidando do nosso caminhar, cuidando do nosso dia a dia. Cabe a nós repousarmos em Seus braços, crendo que Ele tem sempre o melhor para nós. Cabe a mim e a você descobrirmos as oportunidades que o Senhor coloca diante de nós e trabalharmos nelas a fim de que possamos ser úteis a Seu reino.
Muitas foram as mulheres que, corajosamente e em sacrifício da própria vida, lutaram para ser útil ao Senhor. Dentre tantas podemos falar um pouco de...
Ester - jovem mulher que arriscou a sua vida por amor ao Senhor e a Seu povo. Ao saber que estava havendo uma conspiração contra o seu povo (Hamã, o homem mais importante depois do rei, por odiar Mardoqueu, preparou uma conspiração contra os judeus) jejuou, orou e arriscou a sua vida comparecendo diante do rei e pedindo a ele por seu povo (comparecer diante do rei sem ser convidada, mesmo sendo sua esposa e rainha, era arriscar a vida). O rei recebeu-a e concedeu o que seu coração tanto desejava.
A Palavra de Deus nos diz que o coração do rei está nas mãos do Senhor. Deus, literalmente, mudou o coração do rei e ele recebeu Ester com muita alegria.
Maria - jovem judia que se tornou a mãe do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Arriscou a sua vida e quase perdeu o seu noivo, José, quando foi concebida do Espírito Santo. Em momento nenhum ela hesitou em aceitar o que o anjo veio lhe anunciar da parte de Deus.
Corrie Ten Boon - mulher que arriscou a sua vida, ao esconder, no porão da sua casa, judeus que estavam sendo perseguidos e mortos, na Segunda Guerra Mundial. Por amor ao Senhor ela passou anos em campos de concentração onde viu suas irmãs morrerem.
"Betty Scott Stam - viveu poucas décadas porque, em 1931, sua fé corajosa e destemida a levou a trabalhar na China como missionária. Capturada em uma rebelião comunista, essa mulher, cujo lema de vida foi 'Para mim o viver é Cristo e o morrer é ganho' (Fip 1:21), ajoelhou-se ao lado do marido, curvou a cabeça e foi decapitada. Posteriormente, 700 alunos do Instituto Bíblico Moody compareceram ao culto em memória de Betty Stam e consagraram suas vidas para trabalhar como missionários sempre que e onde quer que Deus os chamasse" (Elizabeth George).
Irmã, que o nosso amor ao Senhor seja tão grande quanto foi o amor destas mulheres que são exemplos de mulheres segundo o coração de Deus.
Será que, um dia, você terá seu nome escrito nesta galeria de mulheres que amaram a Deus e que foram mulheres de fé, fortes e corajosas?
A rainha Ester, através do seu ato de coragem e sabedoria, conseguiu, junto ao rei, que lhe desse dois dias para que seu povo pudesse se defender da sentença de morte.
Por causa da mão de Deus, da coragem de Ester e da mudança que houve no coração do rei, o povo judeu conseguiu vencer os inimigos.
Veja, irmã, a bondade de Deus para com seu povo.
Veja, no seu dia a dia, a bondade de Deus para com você e para com aqueles que você ama.
O nosso Deus é um Deus fiel, que cuida de nós, apesar dos nossos defeitos, pecados e infidelidade para com Ele.
Deus cuidou de Ester e direcionou-a a fim de que Seu plano perfeito para o Seu povo se tornasse realidade.
Deus usou Ester, uma órfão judia, para Seus propósitos e também poderá usá-la, querida irmã, para cumprir os propósitos dEle mesmo sendo você a pessoa mais improvável que exista.
Você está disposta a agir de maneira sábia e corajosa, mesmo tendo que enfrentar perigos ou mesmo a morte para estar no centro da vontade de Deus?

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Observando

Hoje acordei meio parada, com vontade de fazer nada, deixar o tempo correr e apenas observar, observar.....
Vendo cada mundo que se desloca, vendo o rosto que sorrir , e outros que nem imagino quantas tristezas choram.
Vendo , a cada passo caminho para um futuro incerto , mas ao mesmo tempo tão certo.
Hoje, meio sem pretenção, observei um menino , que chegou ao meu lado e com um olhar de adulto que teve que surgir , me colocou : compra para mim ajudar dona. E eu pensei, enquanto dava o dinheiro:Quisera eu comprar , por um instante a sua história , quisera eu comprar esse olhar que me diz tanto e ao mesmo tempo pouco. Quisera eu saber quem te gerou e sua história, menino, vai com Deus, pensei. Quisera eu , ter o poder de te abençoar e mudar teu destino.
Observei de lonnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnge, uma senhora que caminhava, e sentou . Sentou a reclamar sozinha, pensei: devem existir muitos motivos, e suas rugas me mostram, são muitos, muitos, e a expressão nos olhos também.
A pressa e as pessoas me esperando não me fizeram parar, mas fui, pensando: Quiesera eu saber o que fazia aquela velha falar, falar.... Talvez coisas tão simples pra mim, talvez coisas que eu não aguentaria, são as diferenças da vida, e fui, apenas observei.
No outro lado , depois que entrei no carro, um casal brigava, e pensei: O amor pode ter acabado, ou quem sabe, são apenas as diferenças dos seres, a vida que se completa, mas muitas vezes difere. Almentei o som e segui, apenas obsevei.
A tarde vai ficando meio lilás, e muitos carros em um só espaço me fazem parar, mas tempo , para aquele dia, observar.
Chego, sento em minha varanda e tomo um vinho, olho as luzes e as casas, são muitas vidas, muita gente e histórias. Para algumas bem mais leve, para outras pesadas talvez, mas, sempre com a graça do viver.
Observar nos faz aprender. Aprender que muitas vezes , aprender que hoje, com a vida moderna e a corrida absurda das grandes cidades, o ser humano está começando aprender,ou melhor aceitar, que o normal da vida é isso. Viver extressado, não parar para perguntar, que é normal isso. Seguir , tudo bem, tudo bem....
Anormal será se preocupar, abraçar uma arvore, respirar, observar e sentir.
E observando eu vou sentindo, somos pequenos demais, como gotas de orvalho que podem ser dissipadas a qualquer instante.
E observando eu vou seguindo, aprendendo a ouvir mais quem sabe, sentir mais, quem sabe, viver mais e pensar no futuro menos, quem sabe.
Observando, observando...................................

Um dia desses, em Recife, depois de observar varias situações maio de 2009.

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Olhar de amor

Era uma noite quente, verão e muitos sorrisos.
Dentro do meu ser, conflitos .
Derrepente um olhar , um olhar , um olhar de amor.
Assim, foi durante longas horas de conversa, e a cada olhar eu descobria, era um homem feito e de coragem que estava ali.
No outro dia, a conversa e as confissoões, e logo entendi: Você chegou.
Diversas vezes, pensei que era brincadeira ou coisa passageira, mas você não é homem de brincar.
E aos poucos , bem devagar , eu vou deswcobrindo que aquele aparente menino é bem mais que tudo imaginado.
Aos poucos vejo , luz, amor, apego, e acima de tudo comprometimento, coisa tão rara.
Sabe, eu sei que nada vem acompanhado apenas de flores, e que em muitos momentos poderemos até não acertar.
Mas, desde já, coloco na escrita, o que penso, o meu obrigada pro existir .
Obrigada pois me ensinou que é verdadeiro tudo quando se olha com amor, quando se quer, não tem medo, nem distancia, nem tão pouco tempo.
Estamos contruindo, e construção requer medidas e acertos, mas é planejado.
E em meus planos , está teus olhos tão ternos ao me ver, e me mostrar , me fazer única.
Confio em você, em teu olhar , teu olhar de amor.....

Ao meu noivo , com todo amor, em dia de saudade, mas sabendo que em breve você adentra em nossa casa, em minha vida......................


Recife, junho de 2009, madrugada.

terça-feira, 9 de junho de 2009

A flor de minha bisa

Minha vó , minha bisa;

Hoje eu pensei muito em você, em seu olhar.
Saudade de sua mão e seus dedinhos gordinhos.
Saudade tamanha do cheiro de bife de panela, e lenões limpinhos.
Saudade de conversar com você, e ler teus olhinhos brilhando pelo meu carinho e pela minha atenção.
Tanta coisa tem mudado e passado em minha vida, e eu sei só você me ouviria e me entenderia sem julgar.
Sabe minha vó, acredito em alma eterna,e sei que me ouve.
Te sonhei tão linda um dia desses, clara e em cores.
E ainda guardo na lembrança a última vez que penteei teus cabelos longos e macios.
E o teu jeito no portão, a mim olhar, em minha partida.
Foi um olhar de relamente adeus. eu senti.
Sabe, longos anos se passaram, mas ainda lembro do teu cheiro, e do teu amor.
Amor de gente simples, amor por amar.
Minha bisa, queria ter estado a teu lado mais vezes, queria ter diminuido a distancia.
Te sonhei , te sonho vez em quando, é a forma que encontro de aliviar essa dor.
Aquelas flores de teu jardim, ainda as guardo na lembrança.
Outro dia, encontrei uma igual, e pensei, seja em qual for a estrela, ela é tua. Só tua. Tua flor.....

Saudade de quem me amou tanto, ninou, cheirou, me fez feliz. A dona das lembranças mais doces de minha infância, minha bisa Artemia.

domingo, 19 de abril de 2009

Paisagens da minha vida

Vendo a estrada , e sua reta sem fim, de volta as origens, de volta a terra que me viu crescer. Sentindo a brisa, e a mão que segura a minha, mão de alguém que chegou a tão puco tempo,e que minha alma reconhce um pouco mais a cada dia.
A paisagem seca, sofrida, gente simples mas de um carater inconfundível .
E de longe, a chegada , é agua que lava minha saudade. Dom Pedro II , a ponte que atravessa meu passado e me traz a certeza do que fui e ainda sou, é minha terra de amor, Paulo Afonso.
Amo , cada praça, cada pedaço, cada pedra, que calçou meus paços até o dia que voei, é o calor da natureza e o calor da minha gente, gente que me criou e me fez, gente que me viu crua , me viu de alma, e me ama sem nada em troca.
São paisagens de minha vida, os rios, a brisa, a lua do sertão.
Me vejo indo além, de volta a terra que me gerou, de volta a lembrança do colo do meu avô, avô que mesmo com tão pouca convivência, não esqueci a lição de fibra e determinação, é meu sangue que ferve, pela vida que alí se desfez.
São paisagens do meu nascer, o varão com roupas ao sol, e o homem de chapeu de couro, como também o carro puxado pelos bois. São paisagens de minha vida!!!
O avô simples e de posses , destemido e de tom forte. È meu sangue.
A casa de varanda e a lembrança de seu balançar na cadeira, o rosto firme ao falar de vida ao meu pai.
Saõ lembranças de minha passagem por alí, de minha paisagem.
As cantorias e toadas em dia de vaquejada , e do meu pai, menino , sorrindo, moreno e leve.
Ele era assim!!!!
Paisagens de minha vida, uma igreja pequena em uma pedra, e a saudade do que vivi.
Saõ as paisagens de minha vida.
Gravadas em meu olhar, gravadas em meu coração, firmadas com luta, dor, verdade.

Saudade.
Saudade.
Saudade.

Gardênia , Rio de janeiro , 19 de abril de 2009. Relembrando a viagem a Paulo Afonso e Major, cidade que cresci, cidade que nasci.

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Ando devagar

Ando devagar porque já tive pressaLevo esse sorriso porque já chorei demaisHoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabeSó levo a certeza de que muito pouco eu seiEu nada seiConhecer as manhas e as manhãs,O sabor das massas e das maçãs,É preciso amor pra poder pulsar,É preciso paz pra poder sorrir,É preciso a chuva para florirPenso que cumprir a vida seja simplesmenteCompreender a marcha e ir tocando em frenteComo um velho boiadeiro levando a boiadaEu vou tocando os dias pela longa estrada eu vouEstrada eu souConhecer as manhas e as manhãs,O sabor das massas e das maçãs,É preciso amor pra poder pulsar,É preciso paz pra poder sorrir,É preciso a chuva para florirTodo mundo ama um dia, todo mundo chora,Um dia a gente chega, no outro vai emboraCada um de nós compõe a sua históriaCada ser em si carrega o dom de ser capazE ser felizConhecer as manhas e as manhãsO sabor das massas e das maçãsÉ preciso amor pra poder pulsar,É preciso paz pra poder sorrir,É preciso a chuva para florirAndo devagar porque já tive pressaE levo esse sorriso porque já chorei demaisCada um de nós compõe a sua história,Cada ser em si carrega o dom de ser capazE ser feliz

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Primeira pessoa do singular

Gardênia Por Gardênia ...

O que posso dizer? Sou decidida,sei bem o que quero, quando e como.Odeio mentira, e acho que a vida é uma oportunidade de crescimento para todos nós. Algumas pessoas brincam, com elas e com outros, porém , acredito, nalei do retorno.Sei que a humildade é o caminho mais curto para chegarmos aonde queremos. Pessoas são pessoas, independe de situação.O que importa é a alma, e esta é sempre igual.Alguns mais iluminados e outros precisando de luz.Já amei muito, já fui muito amada. Cresci e,hoje, sei que a vida é resultado de tudo que fazemos, plantamos.Amo minha família, e acredito muito em Deus,Jesus, sem Ele não existiria nada, nem pais, nem mães, nem céu, nem filhos, amigos, amor.... Ele é o próprio amor.Não guardo rancor de nada, ninguém... Apenas me afasto, quando acho que não me dão o valor que mereço.Tenho um monte de sonhos, como todo mundo, alguns meio esmagados, não destruídos; outros com asas,enormes para seguir...Adoro o mar,tem força,vida,me lembra Deus,é como se fosse a voz Dele no infinito que se ver.A lua, as estrelas,um fim de tarde, num dia de verão!Sorvete,chocolate,um lençol bem limpinho....Flores,o sorriso de uma criança simplesmente me desarma, completamente.A pureza da criança, a vida, e a forma de não entender ainda o bom e o mau,mas elas acreditam,se entregam e seguem.Sou uma criança,sempre serei... Uma casa de campo, com uma rede, árvores,e o amanhecer, pássaros cantando.....Pensar em quem se ama, e ,às vezes, pensar em quem já amamos um dia.Uma cachoeira,É DELICIOSO! Que banhoooooooooooooooooo! Paulo Afonso,minha adolescência,banhos maravilhos,cada cachoeira linda!!!! Assim é minha visão da vida, amo meus amigos, amo dançar, muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito!Sou comunicativa,legal, meiga, amiga... Mas quando fico brava,nem queira ver.... Temos defeitos, virtudes, tristezas, DORES E AMORES.Mas o que importa mesmo, é isso, VIVER!Quem acabou de ler, seja quem for, SEJA SEMPRE FELIZZZZZZZZZZZZZZ! Assim,como quero ser....

Essa música( Abaixo), me faz viajar, às vezes choro, às vezes simplesmente vou a todos os lugares que o Toquinho(autor) conseguiu enchergar. Foi feita para o filho dele, eu dedico a mim,ao meu pai,minha mãe ,a minha vó Artemia,e ao filho que um dia eu quero ter...

Vôa coração, a minha força te conduz, que o sol de um novo amor em breve vai brilhar,vai na escuridãoVai onde a noite esconde a luz, clareia seu caminho e acende seu olhar, vai onde a auroma mora ao som de um lindo diaColhe a mais bela flôrQue alguém já viu nascer, e não esqueça de trazer força e mágiaO sonho e a fantasia A alegria de viverVôa coração , que ele não deve demorar e tanta coisa mais quero te oferecerO brilho da paixão pede a uma estrela para emprestar, e traga junto a fè de um novo amanhecerVai onde há luas cheias, minguantes e crescentesOnde se planta a pazDa paz quero a raizE uma casinha onde mora o sol poente , para finalmente a genteSimplesmente ser feliz....

http://www.youtube.com/watch?v=FqMN2LcumP4

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Carta de um amigo meu

Gal,

Esse texto que você escreveu ta muito bonito, e inlusive me inspirou um pouco a escrever umas coisas pra você rsrs coisas... quer dizer... palavras que nem sempre agente tem tempo pra falar frente a frenta para as pessoas, mas que são importantes que elas saibam. Bom, Me sinto feliz de verdade em ver a sua evolução a cada programa, ver vc se sair bem me agrada bastante, de coração.Sua história como as de muitos brasileiros nos inspiram, e tb nos servem de referência para saber que o tombo de hoje só serve pra agente levantar e saber olhar pro chão. tabém fico muito feliz em poder estar com você, te ajudar, de qualquer lugar, de onde for. Pq sei, e vejo um pouco das suas lutas diárias para que as coisas possam dar certo. Você tem a qualidade dentro de você. tem bons gostos, e é uma menina/mulher de muitos valores, e tb é muito fiel a todos esses valores. Consequêntemente isso te torna uma pessoa muito justa e com uma bondade a flor da pele. Quero dizer pra você que as coisas acontecem no tempo de Deus... e que ele nos honra, inclusive as pessoa que batalham pela as suas coisas da forma justa, pq não é pecado nenhum viver bem. Então quando sua cabeça estiver a mil e vir aqueles pensamentos que diz assim: Sou eu pra tudo!!!Tudo eu, é muita coisa pra fazer... Eu queria que você lembra-se de duas frases. A primeira é simples e meio caxias, e fala o seguinte: Quer crescer? amadurecer pessoalmente e psicologicamente? então puxe as responsabilidades pra você, pq isso te torna grande, e com uma experiência valiosa. E a segunda é uma reflexão que serve para luta nossa de cada dia, e diz o seguinte: As pessoas que tentam tornar o mundo um lugar infeliz.. elas não tiram folga, então pq a gente deve tirar? Minha linda, meu anjo, minha amiga...Não pare de lutar pela qualidade. Força no Bem viver o bem, e força para o programa.Parabéns pela iniciativa.

Um bjo, Guga

Guga, amigos saõ anjos que Deus coloca em nossa vida, vocês um deles, obrigada pela força, luz, carinho, Conte com a minha mão, carinho, amizade.

Amigo é coisa pra se guardar do lado esquerdo do peito, dentro do coração. beijos

quinta-feira, 12 de março de 2009

Encontro com a primeira pessoa do singular!!!

Mentir fingir pra mim só é será possível
Sob holofotes num cenário como ator
E pra você mentir, fingir é impossível
É construir a sombra onde há luz de amor

Eu acredito e sempre acreditei na vida
De uma maneira muito forte, muito intensa
É que é difícil a gente ouvir do nosso próprio coração
Que ele só pulsa, bate chora mas não pensa

Estou tentando resolver esse problema
Onde uma cena cresce mais que seu ator
Se estava escrito que haveria outra pessoa
Rio e canoa sabem mais que o pescador

A vida sempre pega a gente numa curva
É feito chuva em plena tarde de verão
Dependerá de nós as cores, tons, matizes
Pr'esse arco-íris transformar o coração

Estou tentando resolver esse problema
Onde uma cena cresce mais que seu ator
Se estava escrito que haveria outra pessoa
Rio e canoa sabem mais que o pescador

È bem verdade , e muitos falam, quando o corpo não pensa, a mente padece.
Precisamos ter muita sabedoria, paciência e tentarmos diarimente compreender as diferenças , o lugar que cada ser humano que passa em nossa vida, se abriga.
Sabemos que o que está presente , é o que temos que viver. Por isso chamamos presente. AGORA.
Mas não podemos fingir e apagar o que guardamos de bom e o que vivemos , temos uma história.
Cada pessoa que passa em nossa vida nunca vai sozinha, sempre deixa um poco dela e leva um pouco de nós.
O que vivemos é gravado, e dessas experiências devem ser guardados os aprendizados e lembranças boas.
Saudade boa ou saudade ruin? o que devo lembrar?
Desculpar ou perdoar? são diferenças que cabem aos seus sentidos e suas verdades.
Cada ser humano traz consigo , dores e amores.
A vida, passa.
Uma vez , escutei alguém falar: não leve tudo a ferro e fogo!!!
E , pensando bem, eu não vou e não posso levar.
Fico pensando naquelas pessoas que levam a vida, falando mal dos outros, plantando discordias.
Então, compreendo que são almas pequenas, almas que precisam de paixão.
Eu, sou muito verdade, e pra mim, o ser basta , pois o ter eu corro em busca.
Não preciso fingir que amo, que gosto, que quero ficar. E quando me entrego , onde estou , é exatamente onde quero está.
Assim, me economizo.
Hoje, aprendi dizer não. Sabendo que quando digo um sim sem querer é pra mim uso o negativo.
Me amo, e a cada dia busco ser apenas feliz.
Entendi, muito cedo que: Para que a saudade no futuro seja boa, é preciso qualificar o que dou as pessoas hoje.
Ninguém é eterno. e quando eu partir é essa saudade que eu quero deixar. Boa.
A vida me presenteou com muita gente boa, e do bem.
Hoje, vivo um momento feliz, momento que apesar da luta( constante) , me encontrei. Compreendo que para eu fazer alguém feliz, se faz necessário essa tal felicidade habitar em mim.
ou esses momentos, livres de culpas, medos, noias. Apenas querendo, viver , curtir, relaxar.....Precisamos de "pontes" que nos dê segurança,paz, senão não tem como atravessar.


Esse papo . foi um encontro, agora , comigo. Vez em quando é bom, assim, converso e me entendo. rsrsrsrs.

Madrugada, sem sono.

A vida, as notas.

A vida, sempre nos coloca diante de dois caminhos, cabe, a nós, a decisão. Momento hoje e certa, talvez com perguntas, mas na certeza de um amanhã mais seguro . De amor, de verdade. A vida, o caminho, as notas.....Certa vez , escutei alguém dizer: Se plantarmos vento, colheremos tempestades. Se plantarmos trigo, jamais nos faltará o pão.Fiquei pensando, e tentando dar os sinônimos e entender de fato esses ditados populares.Tentei coloca-lo mediante a situações em que gostaríamos de mudar, mudar de vida, de situação, de estado de espírito . A FELICIDADE È UMA DECISÂO.Daí voltamos ao trigo que colhe pão. Aos ventos que formam tempestades.Como fazermos para não nos depararmos com situações que nos fazem sofrer? E como saber se aquela situação nos foi imposta ou se alimentamos ou plantamos e estamos colhendo amarguras?Muitas vezes vivemos situações que não mais queremos, por medo de enfrentar a vida, e muitas vezes a nós mesmos.Existem varias explicações psicológicas para esse comportamento. Costume, dependência, situações que não foram resolvidas.E a pergunta é: porque nós seres humanos temos essas carências a ponto de nos fragilizar tanto?Entramos em desespero, choramos , nos preocupamos e no fundo a solução está bem dentro de nós.Temos um poder imensurável de superação, hoje um dos livros mais vendidos aborda com bases cientificas o quanto poderosos somos, THE SECRET , fala da lei da atração, que podemos trazer para nós e nossa vida tudo o que de fato queremos e que nos faz bem. Tudo o que pensamos pode acontecer. Temos essa sintonia com o universo.È como o ditado, plantamos sentimentos de otimismo , amor, fartura, e colheremos os resultados.A mente constrói e destrói. Quantas vezes sofremos por alguém ou alguma coisa , e depois descobrimos que na realidade não é nada daquilo. Cabe unicamente a nós, senhores de nossas vidas, a iniciativa de mudar.Temos que entender quais são as nossas verdades, aquelas que realmente falam dentro de nós. Não as que nos empoem , ou ditam.A nossa verdade é aquela que grita, chora e implora . A nossa verdade é aquela que realmente nos preenche , sem sorrisos amarelos, ou falsidade .Não temos que ser políticos quando falamos ao nosso eu, pois mascaras se perdem, e verdades germinam.E não há nada no mundo, que se compare a sensação de paz, quando de fato a temos.E , por essa falta de atitude , de mudar, de recomeçar, procrastinamos coisas preciosas em nossas vidas.Esquecemos que o tempo não espera, que a vida é veloz , e que devemos viver como protagonistas e não coadjuvantes .Como disse o poeta Fernando Pessoa , devemos gastar mais tempo vivendo que sonhando, fazendo que planejando. Pois embora quem quase morre esteja vivo, quem quase vive já morreu. E nós, eu e você? Temos algo dentro ou alguma pendência que devemos mudar?Pessoas são como musicas , qual a melodia e qual a nota de tua vida?Vamos aprender a ouvir, silenciosamente cada toque, e se preciso for , buscar uma nota que não destoe daquilo que irá nos fazer cantar .Qual a melodia do teu ser? O que a tua alma canta?

Agora, as 2.51 ,sem sono, tentando ouvir essa canção.

Gardênia Cavalcanti, Recife, março ,2009.

Meu oficio ( Padre Fábio de Melo)

Este é o início de uma nova viagem. É o movimento da vida. Meu ministério se desdobra em estradas desconhecidas. Bagagens pesadas que minhas mãos não podem carregar sozinhas. Olho para o lado, peço ajuda. Desconfio, acredito, aposto no que considero ser o melhor caminho. A solidão existe. Dispenso sem saber ao certo o motivo da dispensa. Deixo ir embora, não corro atrás, e porque não corro, desaprendo de correr...Meu ofício é breve, muito breve, quase nada diante da história da Igreja que anuncia o Cristo a quem amo. Meu ofício é controverso. Eu não sepultei algumas de minhas vaidades para ser o que sou. Eu ainda continuo acreditando que a pior de todas as vaidades é a vaidade de não ter vaidades. É a raíz torta que gera a repulsa pelo mais fraco, pelo diferente, pelo que considero pior que eu. Esta eu não quero. Nariz empinado que não permite olhar para o lado. Recuso.Meu ofício está na vitrine. Atiram pedra os que querem. Banalizam como podem. Manchetes imensas noticiando coisas pequenas, desnecessárias. Preferem evidenciar alguns detalhes de minha condição humana.Padre galã... Frequenta academia? Já fez plástica? Lipoaspiração? É a favor da camisinha? Tem amigos homossexuais? As perguntas não dizem respeito ao que quero anunciar.Meu ofício. Eu sou da Igreja. Não criei uma seita à minha imagem e semelhança. Sou padre católico, apostólico, romano, vivendo no Brasil. Minha tentativa é acertar o alvo da misericórdia. Desejo de mostrar que o Evangelho é para nos tornar melhores. Gestando fraternidade, tolerância com os diferentes, abraço carinhoso que nos recorda que precisamos uns dos outros, mesmo que não tenhamos as mesmas convicções religiosas. Evangelho como proposta de aproximação, ponte com a casa do vizinho, para que a gente possa trocar medidas de café, colheres de açúcar, sorrisos ofertados enquanto lavamos a calçada em dias de sol escaldante.Meu ofício. Minha sina de ser vitimado pela reportagem qualquer, feita pelo repórter que não sabe absolutamente nada a meu respeito, e que na responsabilidade de dizer, disse qualquer palavra...O jornal de hoje embrulhará o peixe de amanhã. Pronto. Só assim a gente consegue voltar a dormir. Um consolo me vem do céu. Meu ofício não termina no peixe enrolado. Ele não é notícia para ser esquecida. Meu ofício tem o seu fundamento no altar da Eucaristia, lá onde a memória de Jesus é celebrada. Lá onde o canceroso aprende a morrer e o sentido da saudade é ensinado. Gente que vai, gente que fica...Meu ofício. Mão sobre a testa traça o santo sinal da cruz. O pecado perdoado nos recorda o poder terapêutico da palavra. Deus não desiste de nós. É tão lindo pensar assim. Melhor ainda é sentir. Eu imagino. Por trás da fórmula sacramental há sempre uma tentativa de dizer - "Meu filho, volte a se amar! A cama está pronta. Sua mãe deixou tudo do jeito que você prefere. Por que dormir na sarjeta?"
Meu ofício. Eu, padre! Só isso. Querendo o direito de cuidar das minhas olheiras sem que isso pareça um crime. Querendo cantar a palavra de Jesus com a mesma qualidade com que cantam os românticos do mundo suas desilusões desamorosas. Eu, padre. Filho da Canção Nova, filho das Paulinas, filho dos padres do Coração de Jesus...
Meu ofício. Minha oração rezada nas atitudes concretas de minha humanidade. Minha missa silenciosa, sem alardes, sem fotografias. Meus encontros. Sorrisos que me tocam. Pessoas envelhecidas que me devolvem juventude. Olhares que me transformam. Cartas que relatam a visita que receberam de Deus, pela força de meu ofício. Moço que me conta entre lágrimas que deixou as drogas depois de ter lido um livro que escrevi. Evangélica que me escreve emails dando conselhos que acolho como direção espiritual. Amor, zelo que chega pelos caminhos inusitados da virtualidade. Criança que fica com os olhinhos brilhando porque viram o padre da propaganda que aparece na TV. Time de futebol composto por um grupo de rapazes nada convencionais, e que o canal de TV especializado em esportes anuncia - Filho do céu. O reporter perguntou a razão do nome. A resposta veio direta - Por causa de um padre que a gente gosta!Por tudo isso e muito mais, eu não desisto. É meu ofício.

sexta-feira, 6 de março de 2009

Sempre na minha mente

Sempre Na Minha Mente

Letra: Elvis Presley/Willie Nelson

Talvez eu não tenha tratado você,tão bem como eu deveria
Talvez eu não tenha amado você,tão freqüentemente como eu poderia
Coisinhas que eu deveria ter dito e feito,eu simplemente nunca aproveitei o tempo.
Você esteve sempre na minha mente
Você esteve sempre na minha mente.
Talvez eu não tenha abraçado você todas aquelas épocas solitárias, solitárias.
E eu creio que nunca te disse:"Estou tão feliz porque você é minha".
Se fiz você sentir-se como a segunda melhor,Garota, eu sinto tanto, eu estava cego.
Você esteve sempre na minha mente,
Você esteve sempre na minha mente.
Diga-me, diga-me que seu doce amor não morreu.
Dê-me, dê-me mais uma chance para te deixar satisfeita,Satisfeita...
Coisinhas que eu deveria ter dito e feito,Eu simplemente nunca aproveitei o tempo.
Você esteve sempre na minha mente,
Você esteve sempre na minha mente,
Você esteve sempre na minha mente...

Elvis Presley, cantando e compondo, quando perdeu o amor de sua vida.

http://www.youtube.com/watch?v=i9WgADAtBnQ

Eterno

Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata!Fácil é ouvir a música que toca. Difícil é ouvir a sua consciência. Acenando o tempo todo, mostrando nossas escolhas erradas. Fácil é ditar regras. Difícil é segui-las. Ter a noção exata de nossas próprias vidas, ao invés de ter noção das vidas dos outros.Fácil é perguntar o que deseja saber.. Difícil é estar preparado para escutar esta resposta. Ou querer entender a resposta. Fácil é chorar ou sorrir quando der vontade. Difícil é sorrir com vontade de chorar ou chorar de rir, de alegria. Fácil é dar um beijo. Difícil é entregar a alma. Sinceramente, por inteiro. Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida. Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e te fazer feliz por inteiro. Fácil é ocupar um lugar na caderneta telefônica. Difícil é ocupar o coração de alguém. Saber que se é realmente amado. Fácil é sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho. Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar. Difícil é mentir para o nosso coração. Fácil é ver o que queremos enxergar. Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto. Admitir que nos deixamos levar, mais uma vez, isso é difícil. Fácil é dizer "oi" ou “como vai”? Difícil é dizer "adeus". Principalmente quando somos culpados pela partida de alguém de nossas vidas...Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados. Difícil é sentir a energia que é transmitida. Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa.Fácil é querer ser amado. Difícil é amar completamente só. Amar de verdade, sem ter medo de viver, sem ter medo do depois.Amar e se entregar. E aprender a dar valor somente a quem te ama. Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que expressem sua opinião. Difícil é expressar por gestos e atitudes o que realmente queremos dizer, o quanto queremos dizer, antes que a pessoa se vá... Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias. Difícil é encontrar e refletir sobre os seus erros, ou tentar fazer diferente algo que já fez muito errado. Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir. Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso. E com confiança no que diz. Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre esta situação. Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer. Ou ter coragem pra fazer. Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado. Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece, te respeita e te entende. E é assim que perdemos pessoas especiais.

Mulher

"...venho do século passado e trago comigo todas as idades do mundo."



EU SOU AQUELA MULHER
Eu sou aquela mulher
a quem o tempo muito ensinou.
Ensinou a amar a vida
e não desistir da luta,
recomeçar na derrota,
renunciar a palavras
e pensamentos negativos.
Acreditar nos valores humanos
e ser otimista.
Creio na força imanente
que vai gerando a família humana,
numa corrente luminosa
de fraternidade universal.
Creio na solidariedade humana,
na superação dos erros
e angústias do presente.
Aprendi que mais vale lutar
do que recolher tudo fácil.
Antes acreditar do que duvidar.


Cora Coralina, escreveu de uma forma singular, linda, é sábio pensar em cada frase, cada significado. Feliz, sou mulher e como ela mesma disse: Eu sou aquela que fez escalada na vida transformando pedra em flores..... è assim. E tranformarei quantas pedras for preciso.

Madrugada de março, dia 06. Esperando o sono chegar.

quinta-feira, 5 de março de 2009

Discurso do publicitário Nizan Guanais

Como paraninfo de uma turma de formandos em Administração de Empresas, da Bahia.


Dizem que conselho só se dá a quem pede. E, se vocês me convidaram para paraninfo, sou tentado a acreditar que tenho sua licença para dar alguns. Portanto, apesar da minha pouca autoridade para dar conselhos a quem quer que seja, aqui vão alguns, que julgo valiosos. Não paute sua vida, nem sua carreira, pelo dinheiro. Ame seu ofício com todo coração. Persiga fazer o melhor. Seja fascinado pelo realizar, que o dinheiro virá como conseqüência. Quem pensa só em dinheiro não consegue sequer ser nem um grande bandido, nem um grande canalha. Napoleão não invadiu a Europa por dinheiro. Hitler não matou 6 milhões de judeus por dinheiro. Michelangelo não passou 16 anos pintando a Capela Sistina por dinheiro. E, geralmente, os que só pensam nele não o ganham. Porque são incapazes de sonhar. E tudo que fica pronto na vida foi construído antes, na alma. A propósito disso, lembro-me uma passagem extraordinária, que descreve o diálogo entre uma freira americana cuidando de leprosos no Pacífico e um milionário texano. O milionário, vendo-a tratar daqueles leprosos, disse: "Freira, eu não faria isso por dinheiro nenhum no mundo. E ela responde: Eu também não, meu filho". Não estou fazendo com isso nenhuma apologia à pobreza, muito pelo contrário. Digo apenas que pensar em realizar tem trazido mais fortuna do que pensar em fortuna. Meu segundo conselho: pense no seu País. Porque, principalmente hoje, pensar em todos é a melhor maneira de pensar em si. Afinal é difícil viver numa nação onde a maioria morre de fome e a minoria morre de medo. O caos político gera uma queda de padrão de vida generalizada. Os pobres vivem, como bichos, e uma elite brega, sem cultura e sem refinamento, não chega a viver como homens. Roubam, mas vivem uma vida digna de Odorico Paraguassú. Que era ficção, mas hoje é realidade, na pessoa de Geraldo Bulhões, Denilma e Rosângela, sua concubina. Meu terceiro conselho vem diretamente da Bíblia: seja quente ou seja frio, não seja morno que eu te vomito. É exatamente isso que está escrito na carta de Laudiceia: seja quente ou seja frio, não seja morno que eu te vomito. É preferível o erro à omissão. O fracasso, ao tédio. O escândalo, ao vazio. Porque já vi grandes livros e filmes sobre a tristeza, a tragédia, o fracasso. Mas ninguém narra o ócio, a acomodação, o não fazer, o remanso. Colabore com seu biógrafo. Faça, erre, tente, falhe, lute. Mas, por favor, não jogue fora, se acomodando, a extraordinária oportunidade de ter vivido. Tendo consciência de que, cada homem foi feito, para fazer história. Que todo homem é um milagre e traz em si uma revolução. Que é mais do que sexo ou dinheiro. Você foi criado, para construir pirâmides e versos, descobrir continentes e mundos, e caminhar sempre, com um saco de interrogações na mão e uma caixa de possibilidades na outra. Não use Rider, não dê férias a seus pés. Não se sente e passe a ser analista da vida alheia, espectador do mundo, comentarista do cotidiano, dessas pessoas que vivem a dizer: eu não disse!, eu sabia! Toda família tem um tio batalhador e bem de vida. E, durante o almoço de domingo, tem que agüentar aquele outro tio muito inteligente e fracassado contar tudo que ele faria, se fizesse alguma coisa. Chega dos poetas não publicados. Empresários de mesa de bar. Pessoas que fazem coisas fantásticas toda sexta de noite, todo sábado e domingo, mas que na segunda não sabem concretizar o que falam. Porque não sabem ansear, não sabem perder a pose, porque não sabem recomeçar. Porque não sabem trabalhar. Eu digo: trabalhem, trabalhem, trabalhem. De 8 às 12, de 12 às 8 e mais se for preciso. Trabalho não mata. Ocupa o tempo. Evita o ócio, que é a morada do demônio, e constrói prodígios. O Brasil, este país de malandros e espertos, da vantagem em tudo, tem muito que aprender com aqueles trouxas dos japoneses. Porque aqueles trouxas japoneses que trabalham de sol a sol construíram, em menos de 50 anos, a 2ª maior megapotência do planeta. Enquanto nós, os espertos, construímos uma das maiores impotências do trabalho. Trabalhe! Muitos de seus colegas dirão que você está perdendo sua vida, porque você vai trabalhar enquanto eles veraneiam. Porque você vai trabalhar, enquanto eles vão ao mesmo bar da semana anterior, conversar as mesmas conversas, mas o tempo, que é mesmo o senhor da razão, vai bendizer o fruto do seu esforço, e só o trabalho lhe leva a conhecer pessoas e mundos que os acomodados não conhecerão. E isso se chama sucesso. ,como paraninfo de uma turma de formandos em Administração de Empresas, da Bahia.


Dizem que conselho só se dá a quem pede. E, se vocês me convidaram para paraninfo, sou tentado a acreditar que tenho sua licença para dar alguns. Portanto, apesar da minha pouca autoridade para dar conselhos a quem quer que seja, aqui vão alguns, que julgo valiosos. Não paute sua vida, nem sua carreira, pelo dinheiro. Ame seu ofício com todo coração. Persiga fazer o melhor. Seja fascinado pelo realizar, que o dinheiro virá como conseqüência. Quem pensa só em dinheiro não consegue sequer ser nem um grande bandido, nem um grande canalha. Napoleão não invadiu a Europa por dinheiro. Hitler não matou 6 milhões de judeus por dinheiro. Michelangelo não passou 16 anos pintando a Capela Sistina por dinheiro. E, geralmente, os que só pensam nele não o ganham. Porque são incapazes de sonhar. E tudo que fica pronto na vida foi construído antes, na alma. A propósito disso, lembro-me uma passagem extraordinária, que descreve o diálogo entre uma freira americana cuidando de leprosos no Pacífico e um milionário texano. O milionário, vendo-a tratar daqueles leprosos, disse: "Freira, eu não faria isso por dinheiro nenhum no mundo. E ela responde: Eu também não, meu filho". Não estou fazendo com isso nenhuma apologia à pobreza, muito pelo contrário. Digo apenas que pensar em realizar tem trazido mais fortuna do que pensar em fortuna. Meu segundo conselho: pense no seu País. Porque, principalmente hoje, pensar em todos é a melhor maneira de pensar em si. Afinal é difícil viver numa nação onde a maioria morre de fome e a minoria morre de medo. O caos político gera uma queda de padrão de vida generalizada. Os pobres vivem, como bichos, e uma elite brega, sem cultura e sem refinamento, não chega a viver como homens. Roubam, mas vivem uma vida digna de Odorico Paraguassú. Que era ficção, mas hoje é realidade, na pessoa de Geraldo Bulhões, Denilma e Rosângela, sua concubina. Meu terceiro conselho vem diretamente da Bíblia: seja quente ou seja frio, não seja morno que eu te vomito. É exatamente isso que está escrito na carta de Laudiceia: seja quente ou seja frio, não seja morno que eu te vomito. É preferível o erro à omissão. O fracasso, ao tédio. O escândalo, ao vazio. Porque já vi grandes livros e filmes sobre a tristeza, a tragédia, o fracasso. Mas ninguém narra o ócio, a acomodação, o não fazer, o remanso. Colabore com seu biógrafo. Faça, erre, tente, falhe, lute. Mas, por favor, não jogue fora, se acomodando, a extraordinária oportunidade de ter vivido. Tendo consciência de que, cada homem foi feito, para fazer história. Que todo homem é um milagre e traz em si uma revolução. Que é mais do que sexo ou dinheiro. Você foi criado, para construir pirâmides e versos, descobrir continentes e mundos, e caminhar sempre, com um saco de interrogações na mão e uma caixa de possibilidades na outra. Não use Rider, não dê férias a seus pés. Não se sente e passe a ser analista da vida alheia, espectador do mundo, comentarista do cotidiano, dessas pessoas que vivem a dizer: eu não disse!, eu sabia! Toda família tem um tio batalhador e bem de vida. E, durante o almoço de domingo, tem que agüentar aquele outro tio muito inteligente e fracassado contar tudo que ele faria, se fizesse alguma coisa. Chega dos poetas não publicados. Empresários de mesa de bar. Pessoas que fazem coisas fantásticas toda sexta de noite, todo sábado e domingo, mas que na segunda não sabem concretizar o que falam. Porque não sabem ansear, não sabem perder a pose, porque não sabem recomeçar. Porque não sabem trabalhar. Eu digo: trabalhem, trabalhem, trabalhem. De 8 às 12, de 12 às 8 e mais se for preciso. Trabalho não mata. Ocupa o tempo. Evita o ócio, que é a morada do demônio, e constrói prodígios. O Brasil, este país de malandros e espertos, da vantagem em tudo, tem muito que aprender com aqueles trouxas dos japoneses. Porque aqueles trouxas japoneses que trabalham de sol a sol construíram, em menos de 50 anos, a 2ª maior megapotência do planeta. Enquanto nós, os espertos, construímos uma das maiores impotências do trabalho. Trabalhe! Muitos de seus colegas dirão que você está perdendo sua vida, porque você vai trabalhar enquanto eles veraneiam. Porque você vai trabalhar, enquanto eles vão ao mesmo bar da semana anterior, conversar as mesmas conversas, mas o tempo, que é mesmo o senhor da razão, vai bendizer o fruto do seu esforço, e só o trabalho lhe leva a conhecer pessoas e mundos que os acomodados não conhecerão. E isso se chama sucesso.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

SAUDADE.

A palavra Saudade traz em si, diversos significados que podem ser interpretados de acordo com o contexto onde é aplicado. Sua origem encontra-se no Latim, Solitate, e se pesquisada, descobriremos que a conotação contemporânea distanciou-se da original. Saudade não mais se refere ao sentimento de solidão preservado em variações de línguas românicas como o espanhol: soledad e soledat.
Sobre a saudade, podemos encontrar definições como "Sentimento mais ou menos melancólico de ausência, ligado pela memória à situações de privação da presença de alguém ou de algo, de afastamento de um lugar ou de uma coisa, ou à ausência de certas experiências e determinados prazeres já vividos e considerados pela pessoa em causa como um bem desejável"; ou "Lembrança nostálgica e, ao mesmo tempo, suave, de pessoa ou coisa distante ou extinta. Pesar pela ausência de alguém que nos é querido". Como sinônimos, encontramos Lembrança e Nostalgia.
Em 30 de janeiro celebra-se o "Dia da Saudade". Na gramática Saudade é substantivo abstrato, tão abstrato que só existe na língua portuguesa. Os outros idiomas têm dificuldade em traduzi-la ou atribuir-lhe um significado preciso: Te extraño (castelhano), J'ai regret (francês) e Ich vermisse dish (alemão). No idioma inglês encontramos várias tentativas: homesickness (equivalente a saudade de casa ou do país), longing e to miss (sentir falta de uma pessoa), e nostalgia (nostalgia do passado, da infância). Mas todas essas expressões estrangeiras não definem o que sentimos. São apenas tentativas de determinar esse sentimento que nós mesmos não sabemos exatamente o que é. Não é só um obstáculo ou uma incompatibilidade da linguagem, mas é principalmente uma característica cultural daqueles que falam a língua portuguesa.
Saudade não tem cor, mas pode ter cheiro. Não podemos ver nem tocar, mas sabemos o quanto é grande. Pode ser o sentimento que alimenta um relacionamento amoroso ou apenas o que sobra dele. Pode ser uma ausência suave ou um tipo de solidão. Pode ser uma recordação daquele momento e daquela pessoa, que um dia, mesmo sabendo ser impossível, ousamos querer reviver e rever. É a dor de quem encontrou e nunca mais encontrará, de quem sentiu e nunca mais voltará a sentir. A saudade se combina com outros sentimentos e procria-se. A soma da saudade com a solidão é igual a Dor. O resultado da saudade com a Esperança é a Motivação.
Saudade é uma só, em diferentes palavras. É comum encontrá-la grafada nas lápides em alusão a dor da ausência provocada pela morte. Mas na Literatura e na Música é um tema crônico. É quem arquiteta a estrofe e conduz o tom. Não importa o gênero literário ou o estilo musical, não importa o autor, a época ou a situação.
Casimiro de Abreu versificou sua saudade da infância: "Oh! que saudades que eu tenho / Da aurora da minha vida / Da minha infância querida / Que os anos não trazem mais!". Álvares de Azevedo antecipou a saudade mortal: "Se eu morresse amanhã, viria ao menos / Fechar meus olhos minha triste irmã / Minha mãe de saudades morreria / Se eu morresse amanhã!". A poetisa portuguesa, Florbela Espanca, também registrou sua saudade: "E a esta hora tudo em mim revive / Saudades de saudades que não tenho... / Sonhos que são os sonhos dos que eu tive...".
O Rock brasileiro transformou a saudade numa de suas bandeiras. Renato Russo cantou: "nessa saudade que eu sinto / De tudo que eu ainda não vi". Ainda nas canções de Renato: "dos nossos planos é que tenho mais saudade". Entre o Rock e a MPB, Cazuza, declarou: "Saudade do que nunca vai voltar / E dos amigos que se foram / Eu hoje estou com saudade". Tom Jobim e Vinícius de Moraes compuseram: "Chega de saudade / A realidade é que sem ela não há paz...".
Saudade é um registro fiel do passado. É a prova incontestável de tudo que vivemos e ficou impresso na alma. Ao confessarmos uma saudade, na verdade, estamos nos vangloriando de que, ao menos uma vez na vida, conhecemos pessoas e vivemos situações que foram boas, e serão eternas em nossa alma. Nutri-la, é alimentar o espírito e a própria existência.
Se há tantas e, ao mesmo tempo, tão imprecisas definições de saudade, resta-nos apenas cultivá-la e alimentá-la com pensamentos, músicas, perfumes, fotografias, lugares, fins de tarde e madrugadas. Saibamos viver plenamente o presente, pois ele será a saudosa lembrança de amanhã.

Por Spectrum