domingo, 30 de agosto de 2009

Um presente em forma de poesia

História tímida de uma flor

Menina órfã, doce, bonita, carente,
Filha de Paulo Afonso, com sonhos, amargos de saudade
E dores em sua história.Nos entalhes marcados, cicatrizados, das páginas de seu afeto, Se ocultam planos, projetos, profecias e setimentos
Desses que nem se revelam na luta,
Da vida em pleno clamor, além de secretos,
Desatinos, lágrimas, pedaços de estrutura
E quando os joelhos cansados, beijam o chão,
Rogando por glória, a Mão de Deus sempre atenta à "flor"A qual sempre concede vitória,
Fazendo do Céu o seu limite de vôo e seu teto
Soprando tudo ao abrir os caminhos e Revelando seu devaneio amor
ELE garante que a a vida (com toda sua dor) é a sublime história, da mais linda aventura.


Com carinho e minhas orações, por sua felicidade, com vida exitosa, de aboluto e profícuo sucesso.Seu amigo e admirador de seu grande coração, Jayminho

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Conto de estrelas

Duas estrelas conversaram em uma noite outrora.
Elas falaram de amor.
Falaram da primeira vez que enxergaram o brilho uma da outra,eram jovens e sonhavam demais.
Aconteceu uma explosão no céu, e elas se perderam.
Se perderam durante longos anos.
Anos longos de busca, pois nenhuma outra conseguia completar aquele brilho que uma buscava na outra, era necessário.
O tempo, o tempo , o tempo........
Em um dia normal, final da tarde, lembranças guardadas e disfarces sobre a felicidade.
Aquele brilho,aquela luz.
È você?
sim, respondeu a estrela.
A outra falou : quanto tempo, está diferente , madura, mais forte.
sim, vivi tantas coisas.
A vida mudou , mas o coração está da mesma forma que deixou, apenas um tanto machucado pela forma da separação.
Vamos fazer alguém nos enxergar? enamorar ? tentar?
Vamos.
Alguns meses depois, as estrelas separaram novamente.
Uma tempestade muito forte, ambas se perderam.
Mas, o sol brilhou novamente , a tempestade passou e quando anoiteceu ...
Oi?
Oi.
Que bom te encontrar de novo.
O que acontceu.
Ah, nessa separação, e com tamanha tempestade, perdi uma de minhas pontas, uma das mais preciosas, que tanto brilhava.
Eu não ligo, disse a outra estrela.
Não me importa o tento que você possa brilhar, se pouco, mesmo de longe eu te vejo em qualquer lugar.
Lembra daquele dia que ficamos olhando nosso espaço, o céu?
Lembro.
Era uma cidade bem pequena.
Era.
Mas naquele dia, fomos as estrelas mais felizes do universo.
sim.
Tantas gargalhadas.
Hummmmmmmm.
Fala algo pra mim, caso a gente separe de novo, quero lembrar até te encontrar da tua voz, e o que me fez sentir.
Vou falar.
...As melhores coisas da vida, nem sempre podem ser vistas, mas sentidas.
Você está e estará sempre em mim...
Tenho que ir agora.
Tenho que iluminar um casal lá em baixo, que vive apontando o céu.
Nos vemos daqui a pouco.
O tempo passou.
Passou.
Passou.
E quando amanheceu.
Um cometa passou e falou a notícia.
Infelizmente , houve um acidente , a tua estrela caiu em um lago.
Afundou e não mais subiu .
È.
Acho que agora terei de caminhar sem aquele brilho.
E sempre que eu olhar um casal apontando estrelas, vou lembrar da minha.
Que para se amar não basta está perto, e sim dentro.
Vocêe estará sempre em mim.
quando olhar o céu.
O lago .
Quando pensar em risos.
Vagalumes.
E tudo que tinha um brilho sem igual.
Brilho que ofusca.
Faz bem aos olhos.
Cresce.
Faz bem a alma.
Estrela, volta para seu lugar.


Gardênia Cavalcanti
Tentando ser poeta

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Eu sei que vou te amar ( Estava ouvindo essa canção)

Eu sei que vou te amar
Por toda a minha vida eu vou te amar
Em cada despedida eu vou te amar
Desesperadamente, eu sei que vou te amar
E cada verso meu será
Prá te dizer que eu sei que vou te amar
Por toda minha vidaEu sei que vou chorar
A cada ausência tua eu vou chorar
Mas cada volta tua há de apagar
O que esta ausência tua me causou
Eu sei que vou sofrer a eterna desventura de viver
A espera de viver ao lado teu
Por toda a minha vida

Tom Jobim -

Linda canção, e hoje comcei escrever meu livro, não sei quando ficará pronto, daqui um ano talvez. Esparando um filho , ganhando uma vida e perdendo outras, mas vivendo. Esse menino? que espero será meu confidente , companheiro, e ser for menina? enfim, sinto e desejo , mas para cada momento que vivi intensamente. Vivo, e minha vida é assim, intensa demais, e tudo acontece com uma pitada de coicidência ou quem sabe providência.
As vezes penso: Deus, deve ficar sentado, com seus anjos, e devem falar de como será o proximo passo, e eu fico esperando. Por enquanto , vou colocando aqui, eternizando.

25 de agosto, 2009. Ano de mudanças .

domingo, 23 de agosto de 2009

Um menino


Era uma vez um menino Um menino que nasceu num 19 de agosto, numa Teófilo Otoni no meio das Minas Gerais, contrariando a determinação médica que dizia que ele seria virginiano. Leonino foi o que ele quis ser. E enquanto o pai visitava uma exposição agropecuária, ele fazia o tio correr com a sua mãe para a maternidade e a tia correr para comprar umas roupinhas... Ah menino apressado!Um menino que adorava correr... Correr de bicicleta na rua quando deveria estar fazendo a lição de casa e logo depois correr para a farmácia para levar alguns pontos na bochecha... Caíra da bicicleta. Corria muitas vezes da mãe, fugindo da iniciativa materna de fazê-lo aprender a cumprir as obrigações infantis; numa dessas perseguições foi ele quem prendeu a mãe no quarto anunciando que a liberdade viria se ela prometesse deixá-lo em paz... Ah menino levado!Um menino que desafiava limites e adorava velocidade. A cavalo, de moto ou no carro que roubava do pai, lá pelos seus 14 anos... Ah menino precoce!Esse menino que mais tarde passearia entre marcas e modelos do ano, adorava subir em árvores e anunciava com todas as letras: “quando eu crescer e me casar, na minha casa não vai faltar batata frita e coca-cola e minha mulher pode não saber fazer muita coisa, mas vai ter que saber fazer bife com batata”... Ah menino simples!Um menino dado, aberto e que não gostava de estar sozinho, estava sempre festejando a vida com os amigos. Muitas vezes financiava a alegria alheia e patrocinava as aventuras que ele não tinha lá tanta afinidade assim, como brincar em montanha-russa de parque de diversões, por exemplo. Ele não ia, mas gargalhava diante da cara de espanto e pavor dos que se arriscavam... Ah menino festeiro!Um dia, esse menino entrou na política, virou Tone Pinto, “apelido” composto como exigia o cargo de prefeito que ele assumiria... Casou e aumentou a família, em dose dupla, lindas meninas. E aquele menino se tornara um paizão... Estou começando a achar que aquele menino crescera. Como tinha que ser.Num certo sábado 15 de agosto, aquele menino-crescido-adulto festejava a vida, mais uma vez, com vários amigos. E naquele cenário tão paradisíaco ele repetia algumas de suas preferências: a velocidade com o jet-ski, o churrasco e as boas risadas com as pessoas. Tudo indicava alegria, felicidade.Naquele sábado ele se lançou na tarefa de ajudar alguém. Essa prática também era uma constante na sua vida. No entanto, ele que manejava e dominava tão bem as máquinas, de uma forma geral, naquele dia foi surpreendido pelo funcionamento da sua máquina “humana”. Parece que ela não correspondeu a contento aos seus comandos... e a surpresa foi geral. Aquele menino-crescido-adulto saía de cena da forma mais inesperada, mais surpreendente possível. Sem um aceno, sem um “tô indo”, sem uma palavra, sem uma pista... Ah menino imprevisível!No dia seguinte, depois da angústia da busca, da espera e da “tristeza” do encontro – sim, porque enquanto havia a espera, havia a esperança – depois de tudo, um último encontro. Os amigos estavam lá, a família, os amigos da família... Mas, diferente dos outros encontros o assunto das conversas trazia inquietação, dúvidas, questionamentos que, provavelmente, não terão resposta, apenas suposições.E debaixo da copa daquelas duas árvores, todos nos despedíamos dele, ainda que, diante da dificuldade de acreditar no que havia acontecido, procurávamos o menino sentado em algum galho ou tentávamos ouvir as suas gargalhadas e provocações tão costumeiras... Naquele domingo ele estava bastante “adulto”. E com a maturidade que é esperada dos adultos ele ouviu as palavras de todos, aceitou os carinhos que lhe foram feitos pelas irmãs, se deixou levar por seu pai, irmão, cunhados, primos e tios, retribuiu a tudo com uma leve expressão de consentimento, acolheu as orações... E foi, feliz para sempre.


Maria Patrícia (prima)(Escrevo em meu nome e de todos os primos e primas, tios e tias, que durante todo o dia conversávamos e relembrávamos jeitos e trejeitos, com muito carinho, do nosso TONE)

sábado, 22 de agosto de 2009

Menino homem

Tony;

Com bolo e banana , ninguém me engana! essa frase era de você , sua cara! tão sua que foi você quem nos enganou!
Enganou, pois pensávamos que teríamos sua presença durante muitos e muitos anos, jamais imaginei que , na flor da juventude você partiria. Sem nem dizer adeus, deixando escapar sutilmente palavras de tanto amor em meio a nossa última conversa.
Te vi menino, com dezanove anos, vivemos um amor tão lindo, puro, cheiro de confidências, segredos, dores, amores.....
Amores que eu digo, no olhar, na alma, no falar, principalmente quando sorria.
Hoje, escrevendo pra você, lembrei das tardes na fazenda do seu pai, nos cavalos de pau em Teixeira, dos matines. Do teu cuidado comigo, tua cobrança para eu ser forte.
Sabe, quando nos perdemos e eu fui embora , durante os dezessete anos que ficamos longe, sem noticias, lembrava de você como agora, mas havia um consolo, você existia, aqui, e o mundo era bem mais bonito.
Nos reencontramos, felicidade infinitida e indescritível , amor renovado , recomeçado, mas principalmente , a alma quieta, pois quando amamos, não existe tempo, distância, adeus.
Vivemos os dias mais felizes, iluminados e compartilhados.
Você era bem mais, do que muitos podiam imaginar!
A alma que habitava em teu corpo tão lindo , sorriso largo, olhar de menino.
Poucas pessoas puderam sentir o aroma , as flores que ali existiram.
Susto no teu adeus tão louco, tão sem sentindo, sem explicação. Você se foi, eu te perdi, perdi uma pessoa que eu sei, me queria bem de verdade. Sem medidas.
Alguém que mesmo de tão longe,eu torcia, cuidava, orava, queria bem.Me cuidava também.
Hoje, as pessoas que te amam, fazem essa homenagem a tua memória.
Participo , da forma mais simples, pois pela distancia e recomendações médicas , não pude de ver , te dar o último adeus.Como doe, a tua falta! foi pouco tempo demais, do reencontro após tantos anos de ausência, a separação dura , brusca e definitiva.
E sei bem, para que tem te viu de verdade, para quem conviveu e te amou, além da tua generosidade, tua bondade, sabe bem, muitos anos, serão poucos para sarar.Sabemos que não vai sarar. Pois é raridade pessoas como você.
Mas , o que nos conforta é a certeza, da vida eterna, a certeza que aqui sim, é apenas uma passagem.
Vale dizer : você passou lindamente.
Sei que onde estais, é luz, paz.
Vale dizer, o Miguel( meu filho) nasceu lindo, e você tinha razão, ele é o menino mais amado, bem cuidado, feliz. Pois como te prometi eu tento ser a melhor mãe do mundo. E tento não chorar, como te prometi um dia, ser forte e não chorar.Tento, mas hoje , agora , estou chorando, lembrando de você. Semana passada , meu aniversário, faltou sua ligação.A tua voz, as tuas brincadeiras, conforto, sempre, em qualquer hora, você tinha algo bom pra dizer, acalmar.
Foram poucos os últimos momentos,em que pude desfrutar da tua companhia.Mas é melhor viver uma única primavera florida, do que uma vida inteira sem flores.
Muito obrigada pela vida linda, compartilhada em duas fases ao meu lado, menino homem Tony Pinto Jr.
Saudade pela vida inteira.

sábado, 15 de agosto de 2009

Tony;

Com bolo e banana , ninguém me engana! essa frase era de você , sua cara! tão sua que foi você quem nos enganou!
Enganou, pois pensávamos que teríamos sua presença durante muitos e muitos anos, jamais imaginei que , na flor da juventude você partiria. Sem nem dizer adeus, deixando escapar sutilmente palavras de tanto amor em meio a nossa última conversa.
Te vi menino, com dezanove anos, vivemos um amor tão lindo, puro, cheiro de confidências, segredos, dores, amores.....
Amores que eu digo, no olhar, na alma, no falar, principalmente quando sorria.
Hoje, escrevendo pra você, lembrei das tardes na fazenda do seu pai, nos cavalos de pau em Teixeira, dos matines. Do teu cuidado comigo, tua cobrança para eu ser forte.
Sabe, quando nos perdemos e eu fui embora , durante os dezessete anos que ficamos longe, sem noticias, lembrava de você como agora, mas havia um consolo, você existia, aqui, e o mundo era bem mais bonito.
Nos reencontramos, felicidade infinitida e indescritível , amor renovado , recomeçado, mas principalmente , a alma quieta, pois quando amamos, não existe tempo, distância, adeus.
Vivemos os dias mais felizes, iluminados e compartilhados.
Você era bem mais, do que muitos podiam imaginar!
A alma que habitava em teu corpo tão lindo , sorriso largo, olhar de menino.
Poucas pessoas puderam sentir o aroma , as flores que ali existiram.
Susto no teu adeus tão louco, tão sem sentindo, sem explicação. Você se foi, eu te perdi, perdi uma pessoa que eu sei, me queria bem de verdade. Sem medidas.
Alguém que mesmo de tão longe,eu torcia, cuidava, orava, queria bem.Me cuidava também.
Hoje, as pessoas que te amam, fazem essa homenagem a tua memória.
Participo , da forma mais simples, pois pela distancia e recomendações médicas , não pude de ver , te dar o último adeus.Como doe, a tua falta! foi pouco tempo demais, do reencontro após tantos anos de ausência, a separação dura , brusca e definitiva.
E sei bem, para que tem te viu de verdade, para quem conviveu e te amou, além da tua generosidade, tua bondade, sabe bem, muitos anos, serão poucos para sarar.Sabemos que não vai sarar. Pois é raridade pessoas como você.
Mas , o que nos conforta é a certeza, da vida eterna, a certeza que aqui sim, é apenas uma passagem.
Vale dizer : você passou lindamente.
Sei que onde estais, é luz, paz.
Vale dizer, o Miguel( meu filho) nasceu lindo, e você tinha razão, ele é o menino mais amado, bem cuidado, feliz. Pois como te prometi eu tento ser a melhor mãe do mundo. E tento não chorar, como te prometi um dia, ser forte e não chorar.Tento, mas hoje , agora , estou chorando, lembrando de você. Semana passada , meu aniversário, faltou sua ligação.A tua voz, as tuas brincadeiras, conforto, sempre, em qualquer hora, você tinha algo bom pra dizer, acalmar.
Foram poucos os últimos momentos,em que pude desfrutar da tua companhia.Mas é melhor viver uma única primavera florida, do que uma vida inteira sem flores.
Muito obrigada pela vida linda, compartilhada em duas fases ao meu lado, menino homem Tony Pinto Jr.
Saudade pela vida inteira.

terça-feira, 11 de agosto de 2009

EU SOU AQUELA MULHER

"...venho do século passado e trago comigo todas as idades do mundo.
Eu sou aquela mulher a quem o tempo muito ensinou. Ensinou a amar a vida e não desistir da luta, recomeçar na derrota, renunciar a palavras e pensamentos negativos.
Acreditar nos valores humanos e ser otimista. Creio na força imanente que vai gerando a família humana, numa corrente luminosa de fraternidade universal.
Creio na solidariedade humana, na superação dos erros e angústias do presente. Aprendi que mais vale lutar do que recolher tudo fácil.
Antes acreditar do que duvidar.
Cora Coralina, escreveu de uma forma singular, linda, é sábio pensar em cada frase, cada significado. Feliz, sou mulher e como ela mesmo disse: Eu sou aquela que fez escalada na vida transformando pedra em flores... É assim. E transformarei quantas pedras for preciso.



Cora coralina,escreveu esse texto, e eu me indentificando a cada dia. Melhor saber o valores das coisas, que conseguir tudo fácil.

Recife, 29 de agosto de 2009.

Os camaleõs na vida

Há mais ou menos duas semanas, que diarimente eu penso sobre algumas pessoas. Ando observando a forma de agir e a conduta sem se importar com a vida e a forma que joga com a vida dos outros . Tenho andado tomando decisões, entre tantas que a vida me trouxe aqui.

E penso assim: Pessoas não tem manual, e nem conseguimos ver em suas caras, escritas dando as coordenadas e nos mostrando seus pensamentos. Pessoas não são coisas que podemos decidir jogar , usar, manipular , brincar. Pessoas tem almas e com alma não se brinca, alma é sentimento, é coração.

Cada pessoa tem um sonho e são os sonhos que as fazem mais ou menos fortes, são os sonhos que as carregam com asas para longe ou perto. Não podemos ter barbantes amarrados com olhos de intrigra ou inveja ou simplesmente pelo ego em seus sonhos, sonhos são para voar, como as pipas, porém sem esses barbantes, eles não tem altitude.

Existem esse tipo de gente, que vive escondida em uma mentira de vida, e tudo que conquista é assim, sem luta , pelas maldades e pelas armadilhas.

São pessoas que buscam colocar âncoras e não velas, pois a elas mesmas não se pode dar esse impulso, elas são feitas em pedaços de mentiras, manipulações e assim , elas mesmas sabem que são impossibilitadas de voar alto demais.

E quando voam, caem.
Se faz necessário construir a vida e direciona-la como se fosse uma construção de casa na rocha e não areia.
Que adianta eu construir um castelo, e ser na areia? sem estrutura e sem segurança?.

È tão bom pensar assim: Me deito em paz.
E por mais que vozes do pensamento contrário ou o famoso diabinho diga: não vale a pena, não vale a pena.Um anjo diz: Vale sim. Vale sim.

È a vida, e a vida é feita de verdade, apesar de tantas mentiras soltas no ar. Prendendo com barbantes em cores desejaveis os pés dos que sabem e podem voar. Apenas , para prolongar por mais alguns dias, meses, anos? a vida dos camelões( até acho o bicho bonito) de carater.

No fundo, são medrosos, inseguros e vivem nessa mudança de cor .Forma, estrutura, apenas olhando o umbigo. E sem saber até quando, a ventania não derruba seu castelo sem estrutura.


Recife, as 23:27 , pensando e escrevendo. Assim dissipando as energias.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

O caderno - sonhando com você

Sou eu que vou seguir você
Do primeiro rabisco até o be-a-bá.
Em todos os desenhos
Coloridos vou estar a casa, a montanha duas nuvens no céu e um sol a sorrir no papel...
Sou eu que vou ser seu colega seus problemas ajudar a resolver
Te acompanhar nas provas bimestrais, você vai ver
Serei, de você, confidente fiel
Se seu pranto molhar meu papel...
Sou eu que vou ser seu amigo
Vou lhe dar abrigo
Se você quiser
Quando surgirem
Seus primeiros raios de mulher
A vida se abrirá
Num feroz carrossel
E você vai rasgar meu papel...
O que está escrito em mim
Comigo ficará guardado
Se lhe dá prazer
A vida segue sempre em frente
O que se há de fazer...
Só peço, à vocêUm favor, se puderNão me esqueçaNum canto qualquer... (Toquinho)

Estou ganhando da vida, o meu melhor amigo ou amiga , sei que está muito perto. http://www.youtube.com/watch?v=INPFl4u3Lrw

Pra você

Compartilhe minha vida
Leve-me pelo que sou
Porque eu nunca mudarei todas minhas cores por você.

Leve meu amor
Eu nunca perguntarei muito,Apenas sobre tudo que você é e tudo que você faz
Eu realmente não preciso olhar,Muito longe...
Eu não quero ter que ir,aonde você não me acompanhe
Eu quero segurar de novo,
Esta paixão aqui dentro
Não posso correr para mim,
Não há onde esconder

Não me faça fechar mais uma porta
Eu não quero magoar nunca mais
Fique em meus braços se você tem coragem ou devo eu imaginar você aí?
Não fuja para longe de mim
Eu não tenho Nada,Nada,Nada, se eu não tenho você.

Você olha direto para o meu coração
Você derruba minhas paredes com a força do seu amor
Eu nunca conheci,um amor como o que conheci com você
Uma lembrança sobreviverá?
Uma que eu posso agüentar?

Eu realmente não preciso olhar,Muito longe...Eu não quero ter que ir,aonde você não me acompanhe
Eu quero segurar de novo,Esta paixão aqui dentro
Não posso correr para mim,
Não há onde esconder
Seu amor eu lembrarei para sempre

Não me faça fechar mais uma porta
Eu não quero magoar nunca mais
Fique em meus braços se você tem coragem
Ou devo eu imaginar você aí?
Não fuja para longe de mim
Eu não tenho Nada,Nada,Nada...
Não me faça fechar mais uma , se eu não tenho você...Você, se eu não tenho você...

Whitney Houston

A Rainha Ester

A Palavra de Deus nos conta a história de uma linda jovem judia casada com um rei ímpio que não conhecia o Senhor. O seu nome era Ester e o do seu marido era Assuero (Xerxes). Não havia, em todo o império persa, mulher mais bonita do que ela.
Logo cedo, o Senhor decidiu tirar os seus pais da sua vida. Com a morte deles, ela foi adotada por seu tio Mardoqueu. Ele a educou com muito amor, ensinando-a a amar o seu povo, o povo judeu.
O plano de Deus para a vida de Ester já estava dando os primeiros passos. A cada dia, o Senhor cuidava dela, preparando o seu coração, a sua mente e cada detalhe de sua vida. Ela jamais poderia imaginar que, um dia, seria a rainha daquela terra onde ela e o povo judeu eram exilados.
Enquanto Ester, na sua cidade, vivia o seu dia a dia, no palácio real se desenrolava um acontecimento que iria mudar completamente a sua vida e a vida de Vasti, a esposa do rei Assuero.
Estava havendo no palácio uma grande festa. O rei, então, mandou chamar a rainha Vasti para fazer parte daquela reunião, porém ela, veementemente, se negou a participar de uma festa onde só havia homens embriagados. Este NÃO da rainha soou muito forte perante o rei e seus convidados. Ouvindo ele o conselho de um de seus conselheiros, decidiu banir, para sempre, da sua presença a rainha. Agora, ela não seria mais a poderosa rainha, não seria mais a mulher mais poderosa do Oriente Médio.
Não sabemos muita coisa sobre este fato mas de uma coisa temos certeza: a mão do Senhor estava agindo em todos estes acontecimentos. Ele, por ser um Deus onisciente, já sabia o que iria acontecer no futuro. O plano perfeito dEle estava caminhando a fim de salvar o Seu povo.
Amada irmã, você se lembra de algum fato que aconteceu em sua vida e, lá na frente, você descobriu que tudo foi para o seu bem, ou para o bem da sua família, ou para o bem daquela pessoa que você ama, ou para o bem da sua igreja...? Como filhas de Deus devemos confiar no Senhor porque a Sua Palavra nos diz que "todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus ..." (Rom 8:28). Se você, irmã, ama a Deus, Ele está cuidando de você com todo o cuidado que somente um Deus onipotente, onisciente e onipresente pode ter. E é nessa confiança que eu e você vemos a beleza da fé.

"Oh Senhor! Que a minha fé me faça repousar em Teus braços.
Que a cada dia, eu possa me colocar no Teu altar para que me conduzas ao longo do caminho, andando bem próxima a Ti.
Não sei o que o futuro me reserva mas sei que tens o melhor plano para a minha vida.
Obrigada por eu poder Te chamar de Pai!
Amém!"
Deus estava cuidando de Ester, a jovem judia da tribo de Benjamim. Ele estava preparando para ela algo que jamais passara por seu coração. Deus iria usá-la para salvar o povo judeu.

Como a rainha Vasti foi deposta da posição de rainha, agora, o rei estava precisando escolher uma jovem para ocupar o seu lugar. Dentre muitas jovens, Ester foi chamada para fazer parte do harém do rei. Recusar ir para o palácio significava assinar sua sentença de morte. Ela teve que ir e Mardoqueu, seu tio, pediu que ela não contasse a ninguém que era judia. Ele seguiu os conselhos do tio.
Ester era uma "... jovem bela de presença e formosa..." (Est 2:7b). Além de ser muito bonita, ela tinha grande sabedoria e teve um tratamento preferencial de Hegai. A Bíblia nos relata o quanto ele ajudou Ester (Em cada detalhe dos acontecimentos, vemos a mão de Deus trabalhando na vida dela). No livro de Ester 2:9 lemos: "E a moça pareceu formosa aos seus olhos, e alcançou graça perante ele; por isso se apressou a dar-lhe os seus enfeites, e os seus quinhões, como também em lhe dar sete moças de respeito da casa do rei; e a fez passar com as suas moças ao melhor lugar da casa das mulheres."
Ah, irmã, veja como a mão do nosso Deus estava direcionando tudo! Como vemos o Seu plano para a vida de Ester se encaixando pouco a pouco! Como vemos o plano perfeito de Deus acontecendo na vida dela!
Assim como ela, nós também temos o privilégio de Ter o mesmo Deus direcionando a nossa vida para atingir o plano que Ele tem para mim e para você. Temos o mesmo Deus cuidando do nosso caminhar, cuidando do nosso dia a dia. Cabe a nós repousarmos em Seus braços, crendo que Ele tem sempre o melhor para nós. Cabe a mim e a você descobrirmos as oportunidades que o Senhor coloca diante de nós e trabalharmos nelas a fim de que possamos ser úteis a Seu reino.
Muitas foram as mulheres que, corajosamente e em sacrifício da própria vida, lutaram para ser útil ao Senhor. Dentre tantas podemos falar um pouco de...
Ester - jovem mulher que arriscou a sua vida por amor ao Senhor e a Seu povo. Ao saber que estava havendo uma conspiração contra o seu povo (Hamã, o homem mais importante depois do rei, por odiar Mardoqueu, preparou uma conspiração contra os judeus) jejuou, orou e arriscou a sua vida comparecendo diante do rei e pedindo a ele por seu povo (comparecer diante do rei sem ser convidada, mesmo sendo sua esposa e rainha, era arriscar a vida). O rei recebeu-a e concedeu o que seu coração tanto desejava.
A Palavra de Deus nos diz que o coração do rei está nas mãos do Senhor. Deus, literalmente, mudou o coração do rei e ele recebeu Ester com muita alegria.
Maria - jovem judia que se tornou a mãe do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Arriscou a sua vida e quase perdeu o seu noivo, José, quando foi concebida do Espírito Santo. Em momento nenhum ela hesitou em aceitar o que o anjo veio lhe anunciar da parte de Deus.
Corrie Ten Boon - mulher que arriscou a sua vida, ao esconder, no porão da sua casa, judeus que estavam sendo perseguidos e mortos, na Segunda Guerra Mundial. Por amor ao Senhor ela passou anos em campos de concentração onde viu suas irmãs morrerem.
"Betty Scott Stam - viveu poucas décadas porque, em 1931, sua fé corajosa e destemida a levou a trabalhar na China como missionária. Capturada em uma rebelião comunista, essa mulher, cujo lema de vida foi 'Para mim o viver é Cristo e o morrer é ganho' (Fip 1:21), ajoelhou-se ao lado do marido, curvou a cabeça e foi decapitada. Posteriormente, 700 alunos do Instituto Bíblico Moody compareceram ao culto em memória de Betty Stam e consagraram suas vidas para trabalhar como missionários sempre que e onde quer que Deus os chamasse" (Elizabeth George).
Irmã, que o nosso amor ao Senhor seja tão grande quanto foi o amor destas mulheres que são exemplos de mulheres segundo o coração de Deus.
Será que, um dia, você terá seu nome escrito nesta galeria de mulheres que amaram a Deus e que foram mulheres de fé, fortes e corajosas?
A rainha Ester, através do seu ato de coragem e sabedoria, conseguiu, junto ao rei, que lhe desse dois dias para que seu povo pudesse se defender da sentença de morte.
Por causa da mão de Deus, da coragem de Ester e da mudança que houve no coração do rei, o povo judeu conseguiu vencer os inimigos.
Veja, irmã, a bondade de Deus para com seu povo.
Veja, no seu dia a dia, a bondade de Deus para com você e para com aqueles que você ama.
O nosso Deus é um Deus fiel, que cuida de nós, apesar dos nossos defeitos, pecados e infidelidade para com Ele.
Deus cuidou de Ester e direcionou-a a fim de que Seu plano perfeito para o Seu povo se tornasse realidade.
Deus usou Ester, uma órfão judia, para Seus propósitos e também poderá usá-la, querida irmã, para cumprir os propósitos dEle mesmo sendo você a pessoa mais improvável que exista.
Você está disposta a agir de maneira sábia e corajosa, mesmo tendo que enfrentar perigos ou mesmo a morte para estar no centro da vontade de Deus?