domingo, 30 de agosto de 2009

Um presente em forma de poesia

História tímida de uma flor

Menina órfã, doce, bonita, carente,
Filha de Paulo Afonso, com sonhos, amargos de saudade
E dores em sua história.Nos entalhes marcados, cicatrizados, das páginas de seu afeto, Se ocultam planos, projetos, profecias e setimentos
Desses que nem se revelam na luta,
Da vida em pleno clamor, além de secretos,
Desatinos, lágrimas, pedaços de estrutura
E quando os joelhos cansados, beijam o chão,
Rogando por glória, a Mão de Deus sempre atenta à "flor"A qual sempre concede vitória,
Fazendo do Céu o seu limite de vôo e seu teto
Soprando tudo ao abrir os caminhos e Revelando seu devaneio amor
ELE garante que a a vida (com toda sua dor) é a sublime história, da mais linda aventura.


Com carinho e minhas orações, por sua felicidade, com vida exitosa, de aboluto e profícuo sucesso.Seu amigo e admirador de seu grande coração, Jayminho